Gwako quer melhorar marca

Depois de conquistar o bicampeonato na Meia Maratona Internacional do Rio (99 e 2000), batendo os recordes da prova, o queniano John Gwako já avisou que está de malas prontas para embarcar mais uma vez para o Brasil.

Gwako quer melhorar a própria marca de 1h01m48s, obtida no ano passado, tarefa que não será muito fácil, já que a corrida esse ano vale como Sul-Americano da modalidade e como seletiva para o Mundial, aumentando o nível técnico da disputa.

Logo na primeira vez que correu a Meia Maratona Internacional do Rio, em 98, fez o melhor tempo (1h01m49s).

Em 99, ficou apenas dois segundos atrás de Luiz Antonio dos Santos. E ano passado, bateu o próprio recorde, ganhando da imprensa carioca o título de “Rei do Rio”.

O queniano é fã confesso das belezas da cidade e diz que adora o percurso de São Conrado ao Flamengo, do qual já é profundo
conhecedor.

Além de Gwako, quatro outros quenianos estarão na corrida. John Kiyai, cujo melhor tempo em meia-maratona é de 1h1m53s, não chega a ser uma ameaça para Gwako, mas atravessa ótima fase e é forte candidato ao topo do pódio.

Gilbert Rutto, que tem seu melhor tempo em maratona registrado em Berlim (2h10m) e 1h3m como melhor marca em meia-maratonas; Fred Kiprop, terceiro na Maratona de Paris deste ano, além de Sammy Korir.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts