Haile Gebrselassie não compete maratona olímpica

Haile ainda não se decidiu sobre a participação na prova (foto: Two Roads/ Flickr)
Haile ainda não se decidiu sobre a participação na prova (foto: Two Roads/ Flickr)

O recordista mundial de maratonas, Haile Gebrselassie, afirmou às agências internacionais que não deve disputar a maratona dos jogos olímpicos de Pequim este ano, já que sofre de asma. “A poluição na China é uma ameaça à minha saúde e ficaria difícil competir nestas condições”, ressalta o etíope.

Porém, o atleta de 34 anos não pretende perder um grande evento como a olimpíada. “Não vou ficar de fora dos jogos, pretendo me qualificar para a prova de 10 mil metros”. De acordo com seu agente, Jos Hermens, a decisão final vai ficar após o meeting de Hengelo, em 24 de maio na Holanda, ocasião em que saberá se vai ou não obter o índice para os 10 mil metros.

“Haile quer fazer o máximo possível por seu país”, comenta Hermens. “Com três etíopes, eles poderiam ser ouro, prata e bronze na competição”, completa. O Comitê Olímpico Internacional já se mostrou preocupado com a situação do ar na cidade e, caso as medidas tomadas não surtam o efeito desejado, as provas de resistência podem ser atrasadas ou adiadas para outro dia.

Quem também deve sofrer muito com a situação é a britânica Paula Radcliffe, que ano passado chegou a contratar especialistas para ajudá-la na preparação da maratona olímpica. De acordo com o marido da atleta, Gary Lough, ela talvez tenha que adaptar a medicação para a disputa. “Não dá para afirmarmos nada de concreto, pois a poluição não é algo que se possa controlar”, afirma Lough. A maratona dos jogos de Pequim está programada para os dias 23 (feminina) e 24 (masculina) de agosto.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts