Conheça a história e os benefícios da zumba para a saúde

A zumba, prática que nasceu de Beto Pérez na Colômbia, em 1986, cresceu como auxílio no processo de emagrecimento e como negócio de sucesso a nível mundial. No entanto, no início, seu criador não imaginou que os benefícios da zumba pudessem ajudar e colaborar com a vida de tantas pessoas.

+ Conheça aqui o seu calendário completo de corridas de rua!

Aos 16 anos, Pérez dava aulas de aeróbica em Cali, sudoeste do país, com uma fita cassete que continha uma sequência de músicas escolhidas por seu patrão. Um certo dia, esqueceu a fita em casa e teve que improvisar. Usou uma fita que tinha no carro com músicas latinas, que havia gravado no rádio e fingiu para seus alunos que tinha planejado uma aula especial, onde realizou movimentos improvisados que combinavam com as músicas. O curioso é que, segundo o professor, a aula foi um sucesso e seus alunos se divertiram muito mais do que o normal. E então nasceu a zumba.

Conheça a história e os benefícios da zumba para a saúde
Foto: Adobe Stock

Beto, no momento em que filas e filas se formavam com pessoas querendo participar das aulas, resolveu criar sua empresa, a Zumba Fitness, que hoje, é sediada em Miami. Atualmente, estima-se que 186 países pratiquem as danças no mundo todo, somando cerca de 15 milhões de pessoas. O negócio vale, pelo menos, US$500 milhões, o que representa mais de R$2 bilhões, algo que Beto provavelmente nunca imaginou que alcançaria.

Os benefícios da zumba

Além de um negócio bilionário, a prática da dança, por ser uma atividade aeróbica, pode trazer diversos benefícios para a saúde. A médica do esporte, Dra Karina Hatano, explica que um dos principais benefícios da zumba é na parte da coordenação motora, podendo realizar uma atividade física com condicionamento aeróbico e combinar os ritmos da dança com exercícios.

“A zumba ajuda também no controle da pressão arterial e também previne diabetes com o controle do açúcar no sangue. Justamente por ser uma atividade aeróbica, com um gasto calórico muito alto, a zumba ajuda no processo de emagrecimento porque aumenta o gasto de energia no corpo. Então, ao equilibrar a atividade com uma alimentação balanceada ou uma dieta prescrita por um nutricionista, a pessoa pode ter sucesso no emagrecimento” conta.

Existe algum risco na pratica?

“Algumas pessoas precisam ter cuidado com a dança, principalmente quem tem problemas ligamentares nos joelhos, ou aquelas que têm restrições quanto às atividades físicas”, explica Karina.

+ Inscreva-se para o Circuito Unimed de Corridas!

Os praticantes podem procurar um método em que se adaptam melhor. Devido ao fato de muitas academias e locais especializados realizarem aulas, é recomendado que procurem por uma turma e um(a) professor(a) com que se sinta confortável para realizar. Para medir as calorias gastas durante a prática, o ideal seria realizar o acompanhamento por um frequencímetro.

No caso da periodicidade, o recomendado pela especialista é que sejam realizadas atividades físicas 5 vezes por semana, 15 minutos por dia. No período, além da zumba, podem ser realizadas atividades como corrida, caminhada e a musculação na academia, como complemento à dança.

*Fonte: Dra. Karina Hatano, médica do esporte do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leonardo Boscolo

Leonardo Boscolo

Sou um apaixonado por esportes e aspirante a corredor. Um jornalista que vê na corrida um mundo de objetivos a serem alcançados, realizações pessoais e a oportunidade de se tornar cada dia uma pessoa melhor.

Ver todos os posts