• Corridas de Rua - Inclua o Cross Training na sua rotina e melhore a performance

Inclua o Cross Training na sua rotina e melhore a performance

Hoje sabemos que existe uma forma muito inteligente de manter ou melhorar a condição aeróbia e, ao mesmo tempo, descansar músculos, tendões e cartilagens do organismo: o cross training ou treinamento multilateral.

Parece contraditório praticar outras modalidades aeróbias enquanto você descansa da sua corrida, mas estudos demonstram que isso acontece. Além disso, é uma maneira de variar a rotina de treinos e não ficar desmotivado com a corrida.

Natação é uma boa opção de crosstraining Foto: AndreyArmyagov/Fotolia

Natação é uma boa opção de crosstraining Foto: AndreyArmyagov/Fotolia

Se você quer usar o método de cross training, fica aqui nesta coluna, uma sugestão para iniciar. Por exemplo, intercale corrida e natação, uma modalidade muito versátil. Pule na piscina por um período de 40 a 45 minutos, pelo menos uma vez na semana. Ela ajuda principalmente na resistência do corredor.

Além disso, fortalece musculaturas envolvidas na rotação do tronco, estruturas normalmente esquecidas nos treinos de corrida e de relevante importância, pois auxiliam o movimento de correr e o equilíbrio harmonioso do corpo.

Se houver mais tempo em sua agenda para nadar, inclua treinos de velocidade. O movimento de pernas tem uma cadência muito superior dentro de água, exercitando as fibras musculares rápidas de forma ainda mais intensa.

Se precisar recuperar a musculatura entre os treinos intensos de corrida, priorize o volume em intensidade baixa ou moderada para potencializar a recuperação. A intensidade leve na piscina remove eficazmente os metabólitos acumulados no esforço intenso da corrida.

+ Clique aqui e inscreva-se para o Iron Race Desafio Rota!

Como há uma grande contribuição dos membros superiores ao nadar, o sangue circula de forma mais eficiente por todo o corpo, “limpando” mais rapidamente as pernas cansadas. O próprio movimento ascendente e descendente das pernas ao nadar faz “soltarmos” músculos e tendões sobrecarregados.

É crucial que a segunda modalidade esportiva não atrapalhe a corrida e diminua a incidência de lesões. Por esta razão, tenha cuidado na hora de distribuir os treinos, não esquecendo que fortalecimento muscular também deve estar presente. Se você não é fã da musculação, poweryoga e asthanga yoga podem substituí-la.

Para quem não curte muito a musculação o yoga pode trazer benefícios semelhantes Foto: fizkes/Fotolia

Para quem não curte muito a musculação o yoga pode trazer benefícios semelhantes Foto: fizkes/Fotolia

Nunca se esqueça de que cada corredor responde de forma única ao treinamento. Entre os fatores que fazem de você um atleta diferenciado estão genética, histórico de treinamento e de lesões, saúde geral e até o seu estilo de vida. Todos esses aspectos devem ser levados em conta quando um treinamento for elaborado.

Depois de todos estes fatores avaliados, podemos chegar a uma conclusão de colocar mais uma atividade aeróbia em sua programação, para realmente valer à pena. Se você é um corredor com certa experiência, é interessante incluir treinos multilaterais. Com um corpo mais fortalecido, o caminho para atingir os objetivos ficará mais brando.

Comentários

Tags:, , , ,
Redação Webrun
Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

{{infoclima.data}}

{{infoclima.cidade}}

{{infoclima.temperatura}}


  • {{dias.date}}
    {{dias.high}}
    {{dias.low}}
Outras cidades
Selecione sua cidade
  • {{e.name}}