• Atletismo - Inspiração: saiba mais sobre a corredora que ganhou a São Silvestre seis vezes

Inspiração: saiba mais sobre a corredora que ganhou a São Silvestre seis vezes

Rosa Maria Correia dos Santos Mota, conhecida como Rosa Mota, nasceu em Portugal no dia 29 de Junho de 1958. Atualmente é uma ex-atleta que se tornou conhecida, principalmente, pelas participações em Olimpíadas e São Silvestre, sendo considerada por muitos como uma das melhores maratonistas do século XX.

A portuguesa começou a correr quando ainda estudava. Em 1980 conheceu José Pedrosa, que viria a ser seu treinador durante toda a carreira. A primeira maratona feminina que aconteceu no mundo foi em Atenas, Grécia, durante o Campeonato Europeu de Atletismo em 1982. Foi também a primeira da atleta e, embora não fizesse parte das favoritas, ela bateu facilmente Ingrid Kristiansen, vencendo assim sua primeira maratona.

Foto: Ponto Final Macau

A corredora já participou de diversas olimpíadas Foto: Ponto Final Macau

Na primeira maratona olímpica que aconteceu em Los Angeles em 1984, ela ganhou a medalha de bronze. O seu recorde pessoal da distância foi em 1985 na maratona de Chicago, com o tempo de 2h23min09. Em 1986 passou a ter a melhor marca da Europa e em 1987, do mundo. Em 1988, ganha o ouro olímpico em Seoul.

Em 1990, voltou a Boston para ganhar a maratona pela terceira vez, vencendo desta vez Uta Pippig. Depois disso, Rosa foi a Split (Iugoslávia), defender o seu título de Campeã Europeia da Maratona. Atacando desde o início, Rosa Mota chegou a ter um avanço de um minuto e meio sobre Valentina Yegorova que, no entanto, no quilômetro 35 conseguiu alcançá-la; as duas lutaram arduamente pela vitória que, no final, sorriu a Rosa Mota com apenas cinco segundos de vantagem. Até 2005, conquistou a maratona por três vezes em campeonatos mundiais de atletismo, tanto feminino como masculino, é exclusivo de Rosa Mota.

Participe da Corrida Iluminada de Natal. Clique aqui e inscreva-se!

Apesar de todo este sucesso, Rosa Mota sofria de ciática (uma dor que irradia ao longo do nervo ciático, que desce por uma ou ambas as pernas a partir da lombar), o que não a impediu de continuar a colecionar triunfos, como fez em 1991, na Maratona de Londres; ainda nesse ano, disputando o Campeonato Mundial de Atletismo em Tóquio, Rosa viu-se obrigada a abandonar a corrida e finalmente retirou-se das competições quando não conseguiu terminar a Maratona de Londres, no ano seguinte.

Em 2004, ela promoveu a maior corrida feminina de Portugal, com um pelotão de cerca de dez mil mulheres ajudando a arrecadar fundos para combater o câncer de mama. Rosa disputou 21 maratonas entre 1982 e 1992, uma média de duas maratonas por ano. Ganhou 14 dessas 21 corridas. Considerada uma embaixatriz do esporte, ganhou o Prêmio Abebe Bikila pela sua contribuição no desenvolvimento do treino das corridas de longa distância. Este prêmio foi dado no final da Corrida Internacional da Amizade, patrocinada pelas Nações Unidas e entregue antes da maratona de Nova Iorque.

Rosinha, como é carinhosamente apelidada por muitos portugueses, é uma das personalidades mais populares do esporte em Portugal no século XX, juntamente com Eusébio, Carlos Lopes e Luís Figo. Em 2004, Rosa Mota transportou a chama olímpica pelas ruas de Atenas antes das Olimpíadas de 2004.

Foto: alchetron

Rosa é uma recordista. Ganhou a São Silvestre muitas vezes Foto: alchetron

A maior vencedora da São Silvestre

No Brasil também tem grande popularidade, já que é a maior vencedora feminina da São Silvestre, disputada nas ruas de São Paulo anualmente no último dia de cada ano. Rosa venceu por seis vezes.

Maratona

–  Campeã olímpica em Seul em 1988
–  Medalha de bronze em Los Angeles em 1984
–  Campeã do Mundo em Roma em 1987
– 4ª classificada no Campeonato do Mundo em Helsinque em 1983
– Campeã da Europa em Atenas em 1982, em Estugarda em 1986 e em Split em 1990.
– Vencedora das maratonas de Roterdão (1983), Chicago (1983 e 1984), Tóquio (1986), Boston (1987, 1988 e 1990), Osaca, (1990) e Londres (1991).
– Vencedora da São Silvestre de São Paulo seis vezes consecutivas (1981 a 1986).

Outros

– Vice campeã mundial de estrada (15 Km) em 1984 e 1986
– Ex-detentora do melhor tempo mundial de 20.000 metros em pista (1.06.55,5) em 1983
– Ex-recordista de Portugal dos 1000, 1500, 3000 e 5000 metros.
– Oito títulos de campeã de Portugal em corta-mato/cross-country

Comentários

Tags:, , , , ,
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade

{{infoclima.data}}

{{infoclima.cidade}}

{{infoclima.temperatura}}


  • {{dias.date}}
    {{dias.high}}
    {{dias.low}}
Outras cidades
Selecione sua cidade
  • {{e.name}}