Intolerância: 4 fatos sobre a lactose

Foto: Fotolia/AL62 Foto: Fotolia/AL62

Incrições abertas para a Corrida UNIMED de São Bento do Sul – SC. Clique aqui e participe!

O leite, bem como os produtos lácteos, são uma fonte nutritiva para quem treina. Um dos maiores benefícios destes alimentos é que eles contribuem para agilizar a recuperação após os treinos e são a principal fonte de cálcio, essencial para a formação óssea. Quem é intolerante à lactose e é adepto de uma dieta onívora acaba tendo que buscar outras fontes do nutriente. Mas uma empresa holandesa chamada DSM, por exemplo, produz uma substância (enzima) que ajuda a digestão dos produtos lácteos pelas pessoas com intolerância à lactose, sem alterar o sabor do alimento.

São aqueles produtos que você vê na prateleira do supermercado com o rótulo de “zero lactose” e que, na verdade, contêm a substância. Mas se qualquer pessoa com intolerância consumir o produto não sentirá desconforto, devido à enzima presente que auxilia na digestão do açúcar do leite. É um fato que poucas pessoas sabem e, por isso, identificamos quatro mitos e verdades sobre este assunto, que podem ser encontrados no Ebook “Mitos e Verdades sobre a Intolerância à Lactose”, elaborado por especialistas da DSM, em parceria com o site MilkPoint, onde está disponível para download:

1) Intolerância à lactose é a mesma coisa que alergia ao leite?
Não. No caso da alergia, ao leite de vaca, o sistema imunológico desencadeia algumas reações alérgicas ao produto. Essas alergias estão relacionadas com as proteínas do leite de vaca e não com o sistema digestivo, como ocorre com a intolerância à lactose.

2) O leite sem lactose é um produto “não lácteo”?
De forma alguma. O leite sem lactose é o leite de vaca com a aplicação da enzima que auxilia no processo de quebrar a lactose. O leite sem lactose fornece os mesmos nutrientes que o leite normal.

3) Pessoas que sofrem de intolerância à lactose sofrem também de deficiências nutricionais?
O que se sabe sobre este assunto é que, eliminando os produtos lácteos da dieta, as pessoas reduzem o consumo de nutrientes essenciais. No caso dos atletas, é importante lembrar que o leite é importante para melhorar a saúde dos ossos.

4) Por que o leite é importante?
Os benefícios do leite vão muito além do fortalecimento dos ossos. Confira algumas vitaminas, proteínas e nutrientes presentes no leite que são importantes para a saúde: cálcio, potássio, proteínas, fósforo e as vitaminas A, D, B2, B3 e B12.

Este texto foi escrito por: Redação Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts