Khannouchi e Gebreselasie são os líderes em premiações

Os principais atletas de fundo e meio fundo da elite mundial apesar de serem grandes estrelas do mundo esportivo pelos seus grandes feitos, não poderiam ser chamados de milionários a exceção de alguns, para ser exato, somente dois – se fossem computados somente os ganhos com premiação das provas. Evidentemente, que os louros conquistados com essas vitórias, para muitos rendem polpudos contratos junto à indústria esportiva.

Entre os homens, existem somente dois milionários e não é para menos que sejam eles, pois trata-se de duas lendas vivas das corridas de fundo: Khalid Khannouchi e Haile Gebreselasie.

O norte-americano de origem marroquina Khannouchi, ocupa a primeira posição do ranking com US$ 1.171.220 ganhos. O atleta que é o atual detentor da melhor marca mundial da maratona e único homem da história a correr a distância três vezes sub 2:06:00. O etíope Gebreselasie, segundo colocado com US$1.065.723 conquistados, é considerado por muitos como o melhor corredor de todos os tempos.

No entanto, em média, os valores recebidos pelo etíope são superiores aos do norte-americano, pois a soma foi obtida em 27 competições – o que dá em média US$ 39.471 por prova – enquanto Khannouchi, precisou de 74 competições (US$ 15.827/prova) para levantar o valor do topo do ranking.

O terceiro colocado, é o queniano Paul Tergat, atual segundo maratonista mais rápido da história e conhecido do público brasileiro por ser pentacampeão da tradicional Corrida Internacional de São Silvestre. Tergat, faturou US$ 874.275 (US$ 20.816/prova).

O norte-americano Keith Brantly é o décimo colocado. Já recebeu US$ 399.490 em prêmios, entretanto, precisou de 98 competições (US$ 4.676/prova) para conquistar o montante.

Entre os dez primeiros colocados, quatro são quenianos, dois etíopes, dois norte-americanos – incluindo Khannouchi. Portugal e Marrocos comparecem com um atleta cada.

Top Ten
Prêmio (US$) Número de Provas Atleta – País

1) 1.171.220 (74) Khalid Khannouchi (EUA)
2) 1.065.723 (27) Haile Gebreselasie (Etiópia)
3) 874.275 (42) Paul Tergat (Quênia)
4) 648.500 (10) Addis Abebe (Etiópia)
5) 613.140 (30) Antonio Pinto(Portugal)
6) 550.395 (16) Moses Tanui (Quênia)
7) 521.375 (12) Abdelkader El Mouaziz (MAR)
8) 509.170 (29) Daniel Komen (Quênia)
9) 422.436 (71) John Kagwe (Quênia)
10) 399.490 (98) Keith Brantly (EUA)

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts