Kipchoge, nome mais cotado para quebrar o recorde mundial dos 42k, descarta competir a distância novamente neste ano

O campeão olímpico Eliud Kipchoge disse nesta quinta (3), que não planeja competir em outra maratona em 2018 e irá se concentrar apenas para a tentativa de recorde mundial.

O atleta, que venceu a Maratona de Londres no último dia 22 de abril pela terceira vez, afirmou que planejava disputar apenas uma maratona neste ano, daí sua decisão de não participar de outras competições da distância pelo restante da temporada.

“Minha jornada para Londres levou quatro meses de planejamento, durante os quais treinei muito em todos os tipos de condições e terreno”, diz Kipchoge.

"Minha jornada para Londres levou quatro meses de planejamento, durante os quais treinei muito em todos os tipos de condições e terreno", diz Kipchoge Foto: Divulgação Facebook
“Minha jornada para Londres levou quatro meses de planejamento, durante os quais treinei muito em todos os tipos de condições e terreno”, diz Kipchoge Foto: Divulgação Facebook

O campeão, que registrou sua décima vitória entre as onze maratonas com as quais participou desde 2013, afirmou que, apesar de não ter quebrado o recorde mundial de 2h02min57, estabelecido por Dennis Kimetto em 2014, em Berlim, ficou satisfeito com seu desempenho em Londres. “Sempre foi meu objetivo correr a maratona em menos de duas horas, mas devido à temperatura e umidade que prevaleceram, não foi possível desta vez”, observa.

Participe da 7ª Rolling Stone Music Run. Clique aqui e inscreva-se agora!

“No entanto, como eu disse antes da prova, estava em Londres para completar uma boa corrida e de fato foi um bom final. Prometo que minha equipe e eu vamos continuar treinando, trabalhando duro e com o objetivo de quebrar o recorde mundial.” Kipchoge diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Christina Volpe

Christina Volpe

Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.

Ver todos os posts