Kipchoge está de olho no título, mas não pretende tentar o recorde mundial na Maratona de Londres

O campeão da Maratona Olímpica e duas vezes o vencedor da distância em Berlim, Eliud Kipchoge, não tentará bater o recorde mundial durante a Maratona de Londres, prevista para 22 de abril.

Kipchoge, que ganhou títulos de Londres consecutivos em 2015 e 2016, sabe que é um dos grandes nomes do startlist da prova. “Os preparativos estão indo bem. Atualmente estou trabalhando em força e velocidade. Não irei para o recorde mundial, mas pretendo fazer uma boa prova”, afirma o campeão 2014 da maratona do Jogos Olímpicos de Rio.

Ele perdeu por apenas 8 segundos o recorde mundial (WR) em 2016 Foto: Divulgação
Ele perdeu por apenas 8 segundos o recorde mundial (WR) em 2016 Foto: Divulgação Facebook

Ele perdeu por apenas 8 segundos o recorde mundial (WR) em 2016, ao registrar 2h03min05 vencendo a prova em Londres. Legend Kennisa Bekele, correu 2h03min03 para reivindicar as honras de 2016, na Maratona de Berlim em 24 de setembro.

Kipchoge não defendeu seu título em 2017 devido ao compromisso no projeto Nike Breaking2, que ele executou WR não oficial de 2h00min25, na pista de corrida de Monza, na Itália. Depois, alguns meses depois, ele fez uma tentativa de registro oficial durante a Maratona de Berlim, em que marcou 2h03min32, apesar das condições climáticas severas.

Que tal participar da Corrida e Caminhada Kolbiana – Etapa Riacho Grande?

O vencedor 2015 da Maratona de Nova York, Stanley Biwott, também desafiará Kipchoge, Bekele e o estreante Mo Farah, da Grã-Bretanha. “Mo é uma boa pessoa e acho que terá uma boa corrida. Ele teve um ótimo desempenho na pista com quatro títulos olímpicos e seis mundiais. Acho que ele vai trazer seu espírito vencedor e correr o risco de conquistar a maratona”, disse Kipchoge.

Kipchoge em um de seus treinos para a Maratona de Londres Foto: Divulgação Facebook
Kipchoge em um de seus treinos para a Maratona de Londres Foto: Divulgação Facebook

Kipchoge foi descrito como a maior maratona da era moderna, tendo ganho oito maratonas de nove corridas depois de uma carreira de sucesso de 10 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Christina Volpe

Christina Volpe

Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.

Ver todos os posts