L’Étape Brasil by Tour de France 2020 terá categoria e-bike

O L’Étape Brasil by Tour de France incluiu no seu programa de prova as bicicletas elétricas para a edição 2020, que será disputada de 4 a 6 de dezembro, em Campos do Jordão (SP). A categoria e-bike é exclusiva em competições deste porte no País e fará parte do percurso de 66 quilômetros de distância.

A organização fará um pelotão separado para as bikes elétricas, garantindo a segurança dos mais de 2 mil participantes esperados nas estradas de Campos do Jordão (SP), Santo Antônio do Pinhal (SP), São Bento do Sapucaí (SP) e Sapucaí Mirim (MG).

A ideia do E-Bike Experience foi trazer a experiência do L’Étape para pessoas que não tem tempo para treinar. Todos os inscritos na nova categoria ganharão uma jersey personalizada dessa experiência assim como a medalha de finisher. A largada exclusiva será no último pelotão e os inscritos não participam da premiação.

L'Étape Brasil e-bike

”O crescimento das e-bikes no Brasil é nítido e a tendência é de aumentar cada vez mais. É fácil ver nas grandes cidades mais gente usando as bicicletas elétricas como meio de transporte e lazer, tudo de maneira sustentável”.

+ Não perca nenhuma! Seu calendário de corridas virtuais está aqui!

”Os nossos hábitos estão mudando e agora ainda mais com tudo isso que estamos vivendo no mundo. Vemos grandes marcas e até competições, como a Formula E, dando destaque à mobilidade elétrica”, disse Bruno Prada, medalhista olímpico e organizador do evento.

Um relatório da associação Aliança Bike publicado antes da pandemia indicou que o mercado esperada crescimento anual de 20% em vendas de bikes elétricas, chegando à marca de 90 mil comercializadas em 2020. Uma nova atualização mostrou que os números seguem com tendência de alta.

Para mais informações, clique aqui.

L'Étape Brasil e-bike
Foto: Fotop

Mais sobre o L’Étape Brasil by Tour de France

O L’Étape tem o percurso principal com 107 quilômetros de distância e 2.330 metros de altimetria acumulada, o equivalente a subir um prédio residencial de 770 andares. A versão mais curta tem 66 quilômetros.

Os inscritos também recebem no kit oficial uma jersey de ciclismo com chips de cronometragem, números para bicicleta e costas, além de receberem suporte durante a corrida, como atendimento mecânico, médico e de fisioterapia.

Em 2019, a prova teve pela primeira vez a presença do alemão Didi Senft, mais conhecido como o Diabo do Tour ou Didi, the Devil. O animador que se veste de demônio nas etapas do Tour de France esteve na cidade paulista apoiando os ciclistas.

Grandes nomes do esporte, como o treinador Bernardinho Rezende, o campeão olímpico Nalbert e o piloto Ricardo Maurício da Stock Car, participaram do Tour de France. As principais assessorias esportivas do País também mandaram seus representantes.

O título de 2019 do L’Étape Brasil ficou mais uma vez com o ciclista Otávio Bulgarelli, com a marca de 3h07min02s20. O resultado foi definido praticamente no photo-finish, na disputa com Ricardo Pichetta, segundo colocado, colado na linha de chegada.

+ Que tal uma prova de ciclismo? Encontre os melhores eventos aqui!

No feminino, a alemã Nadine Gill não deu chances às adversárias e completou o percurso de 107 quilômetros em 3h15min36, com mais de 15 minutos na frente segunda colocada (Taise Benato). A ciclista amadora também foi bicampeã consecutiva da prova.

As inscrições do L’Étape Brasil 2020 seguem abertas através do Ticket Agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts