Uma obra para quem ama a corrida: ‘Running. A revolução da corrida’

Para quem olha de longe, correr parece ser algo simples e natural, e de certa forma é, mas a verdade é que o movimento vai além de colocar um pé na frente do outro. Em tempos remotos, há milhares de anos, o homem tinha de correr em busca da caça; correr do perigo ou até mesmo para se deslocar de um ponto ao outro. Sem tênis ou técnica, apenas correr, correr e correr. Até que um dia a corrida se transformou em um esporte.

imagem_release_1450963

Apesar de ser uma prática milenar, a aplicação de técnicas para melhorar a performance de um atleta é fruto de pesquisas recentes, já que a corrida sempre foi tratada como algo nato. Nas décadas de 70 e 80 surgiram os primeiros trabalhos que focavam na biomecânica da corrida. Uma das pesquisas mais notáveis entre elas é o Método Pose – desenvolvido pelo treinador olímpico Nicholas Romanov, apresentado no livro Running – A Revolução da Corrida, do selo Sportbook, da Edipro.

O lançamento conta com prefácio de Marcos Paulo Reis, técnico da seleção brasileira de triatlo em Jogos Pan-Americanos, técnico da seleção brasileira de triatlo em Olimpíadas e diretor técnico da MPR Assessoria Esportiva.

Método Pose

O Método Pose visa melhorar a técnica dos atletas, elevar ao máximo a performance, desenvolver o potencial de cada corredor e evitar lesões, já que cerca de dois terços dos corredores se lesionam a cada ano – número que seria considerado inaceitável em qualquer outra prática esportiva. Para isso Romanov tem como chave a pisada com o médio pé e o uso da gravidade em favor do atleta, baseado em poses biomecanicamente ideais para economizar energia e obter resultados melhores.

Atletas de alto nível mundial como Michael Johnson (medalhista de ouro nas provas de 200 e 400 metros nas Olímpiadas de 1996, em Atlanta) e o fenômeno Usain Bolt são alguns dos corredores que tem suas técnicas semelhantes às propostas por Romanov. As passadas curtas, entrecortadas, aliadas a uma postura ereta ao correr fizeram Bolt chocar o mundo ao bater o recorde mundial dos 100m em Berlim em 2009. Os 9,58 segundos são frutos de 41 passos, sendo eles 3,20 segundos no solo e 6,38 no ar, meta jamais alcançada por outro esportista. O jamaicano literalmente voou na prova.

+ Inscreva-se para a The Strongs. Clique aqui!

As técnicas apresentadas em Running – A Revolução da Corrida foram descobertas com a observação dos melhores corredores do mundo e se tornou uma das principais obras mundiais para o treinamento de corrida. O livro é um verdadeiro guia ilustrado, útil para atletas profissionais e amadores, instrutores, professores e qualquer entusiasta da corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts