Long Distance começa temporada no Rio de Janeiro

Largada da natação (foto: Patrícia Serrão/ www.webrun.com.br)
Largada da natação (foto: Patrícia Serrão/ www.webrun.com.br)

Rio de Janeiro – Realizado pela primeira vez na cidade do Rio de Janeiro o RBK Premier Long Distance contou com a participação de cerca de 300 competidores no Parque do Flamengo. Os atletas percorreram 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida.

O triathleta Leandro Macedo, que hoje comemorou seus 39 anos foi o ganhador da categoria elite masculina, com um tempo de 3h57min44. “Foi um presente suado este, tive que correr atrás”, brinca. A prova de hoje marcou o retorno do atleta às competições, sua última prova oficial tinha sido em 2004 nos jogos de Atenas.

Leandro elogiou a realização da prova na cidade carioca. “Achei bem legal o triathlon ter sido no Rio, a cidade não deve deixar de ter grandes provas, ainda mais com esta vista linda” comenta o atleta. Ele diz estar em dúvida quanto a participar do Ironman em Florianópolis, pois afirma ter deixado de ser atleta profissional “agora eu estou com uma empresa esportiva, a “Top Esporte’” e trouxe 20 atletas hoje”, revela.

A primeira mulher a cruzar a linha de chegada foi Rita Correia que chegou com 4h43min32 chorando de alegria. “Há quinze anos atrás comecei a fazer triathlon aqui e estou muito feliz de vencer no mesmo lugar onde comecei”, diz a atleta que é natural de Niterói.

De acordo com Rita, ela sentiu um pouco de dificuldade porque competiu semana passada. “Esta prova é sempre dura e eu fiz uma prova de recuperação por que saí um pouco atrás”, afirma.

Punição – Sete atletas da elite foram punidos com o acréscimo de oito minutos nos seus tempos por terem andado no vácuo. Um foi eliminado da competição por ter sido flagrado três vezes fazendo isto.

Os atletas reclamaram com a organização do evento e argumentaram que quase todos os atletas utilizaram o vácuo e por isso, todos deveriam ser punidos. Já Célio Balieiro, diretor da Cia de Eventos, que organizou a competição, disse que a punição foi justa, pois as regras teriam sido explicadas anteriormente.

Indignados os atletas punidos e alguns solidários tentaram convencer os vencedores à não subir no pódio para receber seus troféus, afirmando que ao fazerem isto estariam concordando com a organização do evento. Mas isso não ocorreu. Quando os primeiros colocados subiram ao pódio foram recebidos com vaias, porém, o público presente aplaudiu os campeões. Após a premiação de Leandro Macedo, o público cantou parabéns, em homenagem ao seu aniversário.

Este texto foi escrito por: Patrícia Serrão

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts