Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Maio é mês de falar de mães!

Com o objetivo de ajudar  mulheres a encontrarem a melhor versão de si mesmas por meio da corrida, a Authen busca enaltecer as conquistas de mulheres e mães fortes e reforçar a cultura da autenticidade. Assim a marca investe em um time de mães reais, esportistas de diversas idades e que hoje são inspirações para outras mulheres e também para seus filhos.

Conheça a história de 8 mães que fazem parte do Time Authen:

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Sara Conceição

Mãe de Ana, de 5 anos, Sara é apaixonada por Trail Run. Aos 29 anos a mineira fala sobre a relação do esporte com a filha: “Ela sempre esteve comigo em minha rotina com a corrida. Seja nos treinos ou nas provas, a corrida nos une, nos transforma”. Para ela a superação não tem preço, que complementa, “quanto mais cansada, mais corremos”.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Rafaela Arlota

Aos 35 anos Rafaela Arola não pensou que com nascimento da filha também encontraria uma nova paixão, a corrida. “Quando minha filha nasceu eu me refiz! Por querer ser um exemplo para ela, entendi que ela (e eu) precisávamos ter uma relação melhor com a alimentação e atividade física. Durante essa mudança descobri a corrida, e nela eu encontrei meu lugar. Hoje, ao ver minha paixão e dedicação na corrida e em como me divirto correndo, Mel quer fazer o mesmo. Adora participar de provas e dos treinos e isso nos aproxima”, conta Rafa.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Jana Borges

“Corredora apaixonada”. É assim que Jana Borges se descreve em relação a corrida. Mãe de Henrique, 7 anos, ela conta que o filho adora atividade física e que sempre o acompanha nos treinos. “Na maioria das vezes até nas competições. Sinto que ele tem muito orgulho da mamãe dele, pois sempre fala para os amigos com a boca cheia – ‘Sabia que a minha mamãe é corredora?’ – Me diz se não existe coisa melhor do que ser inspiração e exemplo para o seu próprio filho?”, revela Jana que completa: “Nessa minha jornada tão incrível, de 4 anos na corrida, aprendi muita coisa e sei que posso aprender muito mais”.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Kelly de Luca

Educadora física, Kelly de Luca é especialista em ajudar mulheres a ter mais qualidade de vida através da atividade física. Mãe de duas meninas, Luana e Laura (11 e 7 anos), ela conta que sempre incentivou as filhas a praticarem atividades físicas regulares. “A Luana começou a nadar desde os 6 meses… junto com a natação fazia aulas de Ballet comigo! Depois com 6 anos entrou para GR e pro Street Dance na escola! Começou a correr na Corrida das Princesas e nunca mais parou! Já participou das corridas da Cartoon, Crazy Blow Race, GRAAC e Night Run! Já a Laurinha gosta de dançar! Também praticou Ballet, Jazz e GR desde os 4 anos! Ano passado, comemoramos o dia das Mães participando da corrida do GRAAC e ela amou! Agora na quarentena ela monta os próprios circuitos com meus materiais pra “treinar a aula de Educação Física”. Aos 41 anos, a corredora ainda fala da importância de investir em uma alimentação saudável “Também cuido para que elas cresçam saudáveis e respeitando a si e ao próximo”, finaliza Kelly.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

+ Clique aqui e escolha uma corrida do 2º semestre !

Karine Lima

“Sempre fui atleta. Meus filhos foram criados no esporte desde que nasceram”, conta Karine Lima. Mãe de um casal, ela é nutricionista e especialista em emagrecimento e performance esportiva. Aos 34 anos, ela conta que acredita que o esporte transforma vidas, “nos traz disciplina e muito mais que isso, nos mostra o quanto nos tornarmos forte em cada momento das nossas vidas”.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Aline Machado

Aline Machado conta que o esporte criou um alicerce muito forte na educação de seus três filhos: “com o Judô veio a disciplina, resiliência junto com a natação e muito trabalho de equipe com o futebol e o vôlei”. Depois que conheceu a corrida, a esportista revela que o apoio era recíproco. “Antes da corrida surgir em minha vida já carregava as crianças para diversas aventuras. Todos os finais de semana estávamos trilhando pelo Rio de Janeiro. Pude dar a eles um exemplo real de que quando queremos e focamos num objetivo tudo é possível. Sempre respeitando as regras e os adversários. Viver o esporte em sua plenitude é uma lição para vida toda”, finaliza Aline.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Camila Feijó

“Meus filhos herdaram a paixão pela natureza e a vontade de estar sempre em movimento” assim revela a ultramaratonista, Camila Feijó. Mãe de três meninos, aos 45 anos ela, que já conquistou longas distâncias também é fã de corridas de trilha.

Conheça a história de mães e filhos que tiveram a vida transformada pela corrida

Mirella de Souza

Professora de educação física, Mirella de Souza é especialista em calistenia e conta que seu filho adora acompanhá-la em tudo o que faz. “Assim seguimos, mãe e filho, meu mini eu”. Aos 44 anos, Mirella ainda revela que a relação com o esporte vem desde bebê, “ia comigo dentro do canguru, todos os dias para academia, me lembro bem das aulas que eu fazia de ginástica e ele era meu contrapeso dentro daquela mochilinha”. Com o passar dos anos ela incentivou a prática de diversos esportes como natação, judô, acrobacia de solo, futebol até que começou a correr, igual a mãe. “Aos 8 anos, conquistou seus primeiros 5km! Era muito orgulho para uma mãe que ama correr, que ama esportes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts