• Atletismo - Maior clube de atletismo do país fecha as portas por mudança de investimentos

Maior clube de atletismo do país fecha as portas por mudança de investimentos

Recursos para atletas e treinadores estão garantidos apenas até o fim de 2018

Clube tinha sede em São Caetano do Sul Foto: agência Luz/ BM&FBovespa

Clube tinha sede em São Caetano do Sul Foto: agência Luz/ BM&FBovespa

Atletas e técnicos foram pegos de surpresa com o anúncio da B3 em não mais patrocinar sua equipe de atletismo, a decisão foi comunicada nesta segunda (15). A agremiação é a maior vencedor do Troféu Brasil, com 14 títulos, a antiga BM&F Bovespa.

Foram 16 anos de existência e 30 de apoio à modalidade. Hoje a equipe é composta por 57 atletas e 13 treinadores. O que especula-se é que os atletas migrem para equipe Orcampi, de Campinas, considerada clube-irmão da B3 e o aporte financeiro será direcionado para o mesmo, já que sem clube os atletas não podem participar de nenhuma competição oficial no Brasil.

Participe da APTR Ilha Grande. Clique aqui e inscreva-se!

O clube já foi casa de grandes nomes, alguns até mesmo medalhistas olímpicos, como Fabiana Murer, Marilson Gomes, Vanderlei Cordeiro de Lima, Jardel Gregório, Thiago Braz e Maurren Maggi.

Veja a nota oficial da B3

“Com o objetivo de alinhar a estratégia de investimento social privado da B3 à evolução de sua cultura corporativa, a B3 Social (OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) passa a atuar a partir de 2018 direcionando seus recursos para atividades vinculadas à Educação e Formação de jovens para o trabalho.

Educação é um eixo estratégico para a B3 e um tema que permeia o negócio. É parte do compromisso com o avanço dos mercados e, consequentemente, do País. Com esta definição estratégica, tem início agora um processo de transição da B3 Atletismo.

Marilson começou no Clube BM&F Bovespa em 2000 Foto: Fernanda Paradizo/Divulgação

Marilson começou no Clube BM&F Bovespa em 2000 Foto: Fernanda Paradizo/Divulgação

Em respeito a uma história de 30 anos no esporte, e a fim de conduzir essa transição com o menor impacto possível, a B3 Social continuará apoiando o atletismo com aportes financeiros ao longo de todo o ano de 2018 e está em tratativas para a doação de todo seu acervo esportivo a outras instituições tradicionais do atletismo.

A B3 reconhece e agradece a grande contribuição de toda a equipe, gestores, parceiros, patrocinadores e a imprensa esportiva em todos esses anos”.

Comentários

Tags:, , , , , ,
Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade