Maratona de Amsterdã tem dobradinha queniana

Vanderlei correu em Amsterdã de olho em uma marca para o Pan 2007 (foto: Fernanda Paradizo)
Vanderlei correu em Amsterdã de olho em uma marca para o Pan 2007 (foto: Fernanda Paradizo)

A 31ª edição da Maratona de Amsterdã foi disputada no último domingo (15) sob um clima frio e com muito vento. O queniano estreante em maratonas Solomon Busendich faturou no masculino com o tempo de 2h08min52 e sua compatriota Rose Cheruiyot venceu no feminino com 2h28min26.

No masculino a chegada foi bem acirrada, com Solomon acelerando nos últimos 200 metros, mas no feminino Cheruiyot administrou bem e não chegou a ser ameaçada pela também queniana Helena Loshanyang.

“Como era minha primeira maratona, fiquei um pouco preocupado com os últimos quilômetros. Os cinco últimos foram complicados e mesmo com um percurso rápido, o que atrapalhou foi o vento”, declarou Busendich.

Esse ano a organização esperava repetir o feito da edição passada em relação à quebra de recorde, já que em 2005 Haile Gebrselassie estabeleceu a marca mais rápida (2h06min20). Porém, o vento forte impediu que isso acontecesse.

Brasil – OS melhores brasileiros na competição foram Sirlene Pinho na categoria feminina e Vanderlei Cordeiro de Lima na categoria masculina. Sirlene ficou com o oitavo lugar marcando 2h35min45 e Vanderlei com a quinta colocação, marcando 2h11min36.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts