• Corridas de Rua - Menos de 2 semanas para a Maratona de Boston: veja suas principais curiosidades

Menos de 2 semanas para a Maratona de Boston: veja suas principais curiosidades

A prova já foi detentora do recorde mundial dos 42k, porém evento não se encaixa nas regras da IAAF

Celebrando sua 122ª edição em 2018, a Maratona de Boston é uma dos eventos presentes na lista das Major Marathon. Criada em 1897 é considerada uma das provas mais antigas do mundo, perdendo apenas para a maratona olímpica, que aconteceu em Atenas. Ela também tornou-se ainda mais importante por ser a primeira a aceitar mulheres na competição.

Para participar dessa prova é necessário o tão importante índice, que deve ser conquistado em provas anteriores e comprovada a organização. Cada corredor deve respeitar sua faixa etária e sexo para saber alcançar o índice. A janela para a qualificação normalmente refere-se de dois anos antes, até o final das inscrições para o ano atual e não costuma ser fácil.

 Para participar dessa prova é necessário o tão importante índice  Foto: Divulgação Facebook


Para participar dessa prova é necessário o tão importante índice
Foto: Divulgação Facebook

São cerca de 20 mil participantes ano a ano, vindo dos mais diversos continentes para correr em uma das provas mais competitivas do mundo. O evento sempre acontecia no dia 19 de abril, o feriado do dia do patriota, à partir de 1969 foi decretado que a prova aconteceria sempre na terceira segunda-feira de abril, o dia ficou conhecido como ‘segunda feira da maratona’.

O percurso passa por estradas e ruas sinuosas, seguindo a rota 135, 16 e 30 do estado, passando por pequenas cidades e vilas até o centro de Boston, com a linha de chegada localizada na Praça Copley, ao lado da Boston Public Library.

Primeira mulher na corrida

Kathrine Switzer foi a primeira mulher que participou oficialmente de uma maratona, a corredora se  inscreveu como ‘K. Switzer” e ao participar no dia do evento, em Boston, sofreu uma tentativa de ser arrancada do meio da prova, gerando essa famosa foto.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Atentado

Em 2013 a prova foi alvo de um ataque terrorista, duas explosões aconteceram bem próximas à linha de chegada. As bombas deixaram pelo menos três mortos, entre elas uma criança de 8 anos, mais de uma centena de feriados e diversos outros com membros amputados.

A tragédia fez com que fossem ainda mais reforçadas as medidas de segurança em cidades maiores, como Nova York. Os suspeito foram reconhecidos depois de quatro dias, um morreu em confronto com a polícia e outro foi preso, condenado a pena de morte.

Em 2017 foi lançado o filme Patriots Day que conta a história do atentado.

Recordes não homologados

Existem muitas dúvidas sobre o assunto e isso é normal. Os recordes não são aceitos na prova, já que ela fere alguns pontos do manual de regras de competições da IAAF. A distância traçada em linha reta, entre a largada e chegada, não deve ter mais da metade da prova (21k).

Entre a largada e a chegada não pode haver decréscimo de elevação de um metro por quilômetro (1:1000 metros) . No caso da maratona essa redução poderia ser de no máximo 42 metros, mas a Maratona de Boston possui o ponto de partida cerca de 122 metros mais alto do que o da chegada, tornando o recorde inválido.

Além disso, a disputa em Boston é marcada por um vento favorável aos competidores, que ultrapassa a velocidade permitida pela IAAF, que é até dois metros por segundo.

Em 2013 a prova foi alvo de um ataque terrorista, duas explosões aconteceram bem próximas à linha de chegada Foto: Divulgação Facebook

Em 2013 a prova foi alvo de um ataque terrorista, duas explosões aconteceram bem próximas à linha de chegada Foto: Divulgação Facebook

Campeões e recordes de prova

Os atuais campeões são Geoffrey Kirui do Quênia, que venceu a última edição em 2h09min37 e a também queniana, Edna Kiplagat, finalizando a prova em 2h21min52.

Como recordista da prova está Geoffrey Mutai, com 2h03min02 e seu recorde mundial não oficializado e Bizunesh Deba, da Etiópia, com 2h19min59. Rita Jeptoo, a vencedora original, foi desclassificada por dopping. Deba é a primeira mulher a correr Boston abaixo de 2h20.

Comentários

Tags:, , , , , , ,
Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webrun. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, uma corrida acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade