Maratona de Chicago tem mais atletas de elite confirmados para disputa

A competição será no dia nove de outubro  em Chicago  nos Estados Unidos (foto: Donata Iustosa/www.webrun.com.br)
A competição será no dia nove de outubro em Chicago nos Estados Unidos (foto: Donata Iustosa/www.webrun.com.br)

A Maratona de Chicago anunciou nesta quarta-feira (14/09), mais atletas confirmados para disputar com a elite nos Estados Unidos, dia nove de outubro. No masculino, o campeão da competição em 2008, Evans Cheruiyot, está de volta para tentar recuperar seu título e disputar com seu conterrâneo queniano Bernard Kipyego, que foi medalhista de prata no Campeonato Mundial de Meia Maratona da Iaaf em 2009. Eles também se juntarão a atletas com tempo abaixo de 2h06, como Bazu Worku (2h05min25) e Getu Feleke (2h05min44), da Etiópia.

Após conquistar o título da Maratona de Chicago de 2008 com melhor tempo pessoal de 2h06min25, Evans Cheruiyot ficou afastado em 2009 e 2010 por causa de lesões, mas se recuperou ao ser vice na Maratona de Dubai 2011. Bernard Kipyego é especialista em meia maratona com melhor tempo de 59min10. Em sua estreia na Maratona de Rotterdam de 2010, Kipyego marcou 2h07min01, além de ter feito 1h00min09 na Meia Maratona de Lille, na França, dia três de setembro. O atleta queniano Dickson Kiptolo Chumba, campeão da Maratona de Roma 2011, também estará presente.

Bazu Worku vem com o terceiro melhor tempo pessoal, atrás do queniano Moses Mosop (2h03min06) e o norte americano Ryan Hall (2h04min58). Com apenas 18 anos, Worku se tornou o adolescente mais rápido a correr maratonas após marcar 2h06min16 em sua estreia na Maratona de Paris de 2009. Ele melhorou sua marca para 2h05min25 na Maratona de Berlim de 2010. Getu Feleke foi campeão da Maratona de Amsterdã 2010 com recorde de 2h05min44. Os etíopes Bekana Daba, campeçao da Maratona de Houston 2011 e recordista do percurso (2h07min04), e Terefe Maregu também participarão.

Após ter sido marcador de ritmo na Maratona de Chicago de 2010, o irlandês Martin Fagan volta para competir a prova inteira. O recordista irlandês na meia maratona (1h00min57) irá tentar bater o recorde de John Treacy em maratona de 2h09min15. Já o australiano Shawn Forest irá estrear em maratona após correr a meia maratona com melhor tempo pessoal de 1h01min25, o sexto melhor tempo da Austrália.

Já entre as mulheres são esperadas a etíope Atsede Habtamu Besuye, que é campeã da Maratona de Berlim de 2009, e Askale Tafa, campeão da Maratona de Dubai e de Paris em 2007. Besuye tem como melhor marca 2h24min47, que trouxe o título nas Maiores Maratona do Mundo, na Maratona de Berlim de 2009, e em seguida venceu a Maratona de Eindhoven 2010.

Aos 19 anos a atleta marcou 1h08min29 no Mundial de Meia Maratona 2007, o melhor tempo conquistado por uma adolescente. O melhor tempo de Askale Tafa de 2h21min31, é o segundo melhor tempo da elite feminina atrás da russa Liliya Shobukhova, e ela é experiente nas Maiores Maratonas do Mundo, tendo ficado entre as top cinco nas Maratonas de Boston, Londres e Berlim.

A etíope Belainesh Zemedkun Gebre, que venceu a Maratona de Honolulu de 2010 em sua estreia e marcou 1h09min17 na Meia Maratona de Praga, em março, e Cruz Nonata da Silva, uma das melhores maratonistas brasileiras, também correrão na Maratona de Chicago.

“Estes atletas completam a elite que não é apenas dinâmica, mas tem o potencial de marcar recordes. Se o clima estiver bom, poderá haver mudanças não apenas nos recordes na Maratona de Chicago, mas também na lista dos melhores tempos em maratona”, comenta o diretor executivo da corrira, Crey Pinkowski. “Você está olhando para um grupo que não terá medo de aumentar o ritmo, com uma mistura de atletas jovens, destemidos e experientes, que já conquistaram vitórias e sucesso em maratonas”, finaliza.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts