Maratona de Chicago tem vitórias dramáticas

Na manhã deste domingo aconteceu nos Estados Unidos a edição 2007 da Maratona de Chicago, competição que teve vitória do queniano Patrick Ivuti e da etíope Berhane Adere. O evento reuniu 47 mil pessoas pelas ruas da cidade, com direito a uma disputa dramática, tanto no masculino quanto no feminino.

Ivuti duelou durante toda a competição com o bicampeão mundial de Maratona, o marroquino Jaouad Gharib, mas ao final deu um sprint para a vitória e foi prontamente seguido pelo adversário. Ambos marcaram o tempo de 2h11min11, mas o queniano levou o caneco dourado na contagem dos centésimos de segundo.

Gharib e Ivuti vieram num duelo pessoal que parecia não ter fim e até os últimos metros era impossível saber quem sairia vitorioso. No momento em que a dupla se aproximou da linha de chegada, Ivuti correu paralelo a Gharib e cortou a fita à frente na chegada mais apertada de toda a história da competição.

Já no feminino, a defensora do título Berhane Adere aumentou o ritmo nos últimos dois quilômetros, a tempo de ultrapassar Adriana Pirtea, que parecia não acreditar na recuperação da adversária. A etíope venceu com 2h33min49, três segundos à frente da romena.

Pirtea parecia confiante numa vitória confortável em sua estréia em provas de maratona, correndo para o público e para fugir de Adere que vinha aumentando o ritmo progressivamente. Finalmente, a campeã passou pela adversária e cruzou a linha de chegada antes que a mesma tivesse tempo de perceber que havia ficado com o segundo lugar. Os tempos foram os mais altos em toda a década na história da prova, devido principalmente à alta temperatura, fato incomum nesta época do ano.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts