Maratona de Londres anuncia time de peso na elite feminina

Mary Keitany defenderá seu título (foto: Modificação sobre Licença Creative Commons 2.0)
Mary Keitany defenderá seu título (foto: Modificação sobre Licença Creative Commons 2.0)

A organização da Maratona de Londres divulgou, nesta segunda-feira (12/12), os nomes que integrarão a elite feminina na prova de 2012, em 22 de abril. A lista traz as melhores fundistas da atualidade, como a queniana Mary Keitany vencedora em 2011, recordista mundial da meia maratona e que correu em pace de recorde mundial na Maratona de Nova York, antes de diminuir o ritmo e chegar em terceiro.

Além de Keitany, estarão presentes mais três quenianas em busca da vaga olímpica. Edna Kiplagat é outra com currículo impressionante, atual campeã mundial e vencedora da Maratona de Nova York em 2010.

Priscah Jeptoo, vice-campeã mundial e campeã da Maratona de Paris neste ano, e Florence Kiplagat, vencedora da Maratona de Berlim em setembro, completam a lista de compatriotas da atual ganhadora da prova. Seis etíopes também estarão presentes, em busca de vaga nos Jogos Olímpicos da capital britânica, apenas quatro meses depois.

A bicampeã da Maratona de Paris, Atsede Baysa, lidera a lista das fundistas da Etiópia. Ejegayehu Dibaba (vice-campeã em Chicago 2011), Aberu Kebede (campeã em Berlim 2010), Korene Jelila (vencedora de Toronto 2011) e Bezunush Bekele (quarta em Londres 2011 e no Mundial) também estarão na briga pelas três vagas de seu país.

Europeias– Além das africanas, está em destaque a participação da alemã Irina Mikitenko, campeã da prova em 2008 e 2009, e bicampeã do circuito WMM (maratonas mais importantes do mundo). Atual campeã olímpica, a romena Constantina Dita é outro grande nome europeu confirmado.

“Esta é uma das mais talentosas escalações que já tivemos e com tantas vagas olímpicas para decidir, tenho certeza que veremos uma corrida fantástica”, afirma o diretor da prova, Dave Bedford. A ausência fica por conta da atual recordista mundial e “dona da casa”, Paula Radcliffe.

A britânica está confirmada assim como Mara Yamauchi como representante do Reino Unido nos Jogos Olímpicos e deverá se poupar da maratona em abril. No entanto, uma das três vagas segue em aberto e deverá ser decidida na prova.

“A batalha britânica pela vaga olímpica feminina será um ponto intrigante da corrida do próximo ano”, conta Bedford. “Com os Jogos Olímpicos se aproximando, o incentivo para os maratonistas britânicos não poderia ser maior”, finaliza.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts