Maratona de Nova York definirá campeã do circuito WMM

Geoffrey Mutai já é o campeão WMM 2011-2012 (foto: SNappa2006/ Licença Creative Commons)
Geoffrey Mutai já é o campeão WMM 2011-2012 (foto: SNappa2006/ Licença Creative Commons)

Neste domingo (04/11) se encerra o biênio 2011-2012 do circuito World Marathon Majors (WMM, as principais maratonas do mundo) com a Maratona de Nova York. E apesar de ainda restarem 25 pontos para serem disputados tanto na categoria masculina como feminina, os homens já têm o seu campeão, o queniano Geoffrey Mutai. Já entre as mulheres, Edna Kiplagat, Sharon Cherop e Mary Keitany (bicampeã da Maratona de Londres) ainda estão no páreo pelos 500 mil dólares.

Mutai teve um desempenho brilhante durante o atual biênio. Entre 2011 e este ano, o queniano acumulou três vitórias no circuito WMM, somando 75 pontos e garantiu com antecedência o prêmio em dinheiro oferecido ao melhor maratonista de 2011-2012.

Traduzindo isso em fatos, Mutai correu Boston em abril do ano passado e venceu, cravando o melhor tempo da história da prova (2h03min02). Depois, em novembro de 2011, encarou a Maratona de Nova York e também conseguiu o primeiro lugar. Já em setembro deste ano, o fundista também saiu vitorioso em Berlim. Durante este biênio, o único revés enfrentado por Mutai aconteceu em abril, em Boston, corrida em que sentiu cãibras e acabou abandonando.

Prêmio indefinido – Entre as mulheres, três fundistas ainda estão lutando pelo título e o prêmio da WMM. As quenianas Edna Kiplagat (50 pontos) e Sharon Cherop (45 pontos), que vão correr a Maratona de Nova York, precisam de uma vitória nos Estados Unidos se quiserem tirar o primeiro lugar de sua conterrânea Mary Keitany (65 pontos), que não corre a prova no domingo.

Em caso de vitória, tanto a segunda como a terceira colocada conseguem ultrapassar Keitany. Caso Kiplagat termine a maratona em segundo lugar, o que equivale a 15 pontos, empataria com Keitany, e pelo critério de desempate, a atual líder do circuito ficaria com título e premiação por ter registrado o tempo mais rápido que a segunda colocada durante o biênio 2011-2012.

A marca que pode ser responsável por um eventual desempate e garantir o título à Mary Keitany é de 2h18min37, obtida na Maratona de Londres 2012. O tempo é também o mais rápido de uma maratonista africana na história .

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts