Marílson abandona Maratona de Chicago

Marílson falhou em assegurar vaga olímpica  mas terá mais chances (foto: Agência Luz/ BMFBOVESPA)
Marílson falhou em assegurar vaga olímpica mas terá mais chances (foto: Agência Luz/ BMFBOVESPA)

O brasileiro Marílson Gomes dos Santos, que correu a Maratona de Chicago (EUA) neste domingo (09/10) em busca de assegurar vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, abandonou a corrida após o trigésimo quilômetro. Outra representante brasileira entre os atletas de elite, a piauiense Cruz Nonata completou a prova na cidade norte-americana em 2h35min35, em nono lugar.

A russa Liliya Shobukhova venceu na categoria feminina e quebrou uma marca no circuito das maiores maratonas do mundo (World Marathon Majors WMM) ao ganhar a Maratona de Chicago pela terceira vez consecutiva. Chicago era a única das cinco Majors a não ter um atleta detentor de tal marca.

Com o tempo de 2h18min10, Shobukhova fez a melhor marca feminina de atletas russas em maratonas. “Estou muito feliz, é um grande resultado. Feliz por estar na história”, celebra a maratonista, referindo-se às três vitórias consecutivas. “Daria dez como nota para meu desempenho hoje”, diz, orgulhosa.

Entre os homens, o vencedor foi o queniano Moses Mosop, que em sua segunda maratona bateu o recorde da prova, pertencente até então ao seu compatriota Sammy Wanjiru (falecido em maio). Mosop completou o percurso em 2h05min37, diminuindo o tempo de Wanjiru em quatro segundos.

O segundo colocado foi o também queniano Wesley Korir, seguido do compatriota Bernard Kipyego. Mosop, que venceu apesar de um problema no tendão de Aquiles, agradeceu o apoio local. “A partir do quilômetro 35 eu tive dificuldades, comecei a sentir dor na perna, mas o incentivo do público me deu forças para continuar”, diz o vencedor. “Estou feliz e agradeço ao povo de Chicago pelo apoio”.

A prova
A Maratona de Chicago reuniu mais de 40 mil corredores de 160 países. Com largada às 7h30 (09h30 do horário de Brasília), a manhã ensolarada teve agradáveis 19 °C de temperatura na largada e aumentou cerca de um grau e meio até o final, com ventos de 8 km/h.

A prova começou a ser decidida no quilômetro 24, quando o pelotão de frente, até então com 12 homens, passou a contar com apenas cinco, conduzidos pelos coelhos (marcadores de ritmo). Marílson e o norte-americano Ryan Hall estavam entre os que ficaram para trás.

No trigésimo quilômetro, Wesley Korir apertou a passada e assumiu a ponta, mas dois quilômetros depois, com dez ainda por correr, foi ultrapassado por Moses Mosop, que abriu vantagem e liderou até o final.

Confira os resultados da Maratona de Chicago:

Masculino
1º Moses Mosop 2h05min37
2º Wesley Korir 2h06min15
3º Bernard Kipyego 2h06min29

Feminino
1ª Liliya Shobukhova 2h18min20
2ª Ejegayehu Dibaba 2h22min09
3ª Kayoko Fukushi 2h24min38

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts