• Doping - Medalhista de prata na Maratona do Rio 2016, Eunice Kirwa, é provisoriamente suspensa por doping

Medalhista de prata na Maratona do Rio 2016, Eunice Kirwa, é provisoriamente suspensa por doping

Ela é a segunda medalhista desta prova a ser suspensa, a medalhista de ouro Jemima Sumgong do Quênia cumpre punição desde 2017

Foto: Fabrice Coffrini/ AFP/Getty Images

Nesta terça-feira (21), a Athletics Integrity Unit (AIU) anunciou que Eunice Kirwa, medalhista de prata na maratona da Olimpíada do Rio em 2016, foi provisoriamente suspensa de competições por testar positivo para EPO.

Kirwa nasceu no Quênia, mas há alguns anos passou a representar o Bahrein. Ela é a segunda medalhista da Maratona do Rio 2016 que é suspensa por doping. Jemima Sumgong do Quênia, medalhista de ouro, testou positivo para EPO em um teste de drogas fora de competição em 2017. Ela está atualmente cumprindo a suspensão de oito anos.

Tanto Sumgong quanto Kirwa, de 35 anos, provavelmente manterão suas medalhas porque os testes ​​ocorreram depois das Olimpíadas.

+ Clique aqui e faça sua inscrição para a Maratona do Rio Cosan!

Kirwa já venceu três vezes a Maratona de Nagoya, seus melhores tempos são de 66″46 na meia maratona e 2″21’17 na maratona. Ela também ganhou uma medalha de bronze na maratona no Campeonato Mundial de 2015 e um ouro nos Jogos Asiáticos de 2014. Além disso tem no currículo 1ª colocação na Meia Maratona de São Paulo (2008),  Meia Maratona Linha Verde (2008,2009), Prova Rústica Tiradentes (2009) entre outras muitas provas que disputou no Brasil.

A barenita de origem queniana é esposa do queniano Joshua Kemei, seu treinador e ex-corredor, que atualmente  também treina o recordista mundial de meia maratona,  Abraham Kiptum , que foi suspenso mês passado por uma violação do passaporte biológico.

Em 2010, o casal Kemei e Kirwa foram os campões da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro. A corrida mais recente de Eunice foi uma vitória na Maratona de Macau, em dezembro de 2017.

Por que o uso de EPO é considerado doping?

O EPO é a abreviação para eritropoietina, um hormônio que estimula a medula óssea a elevar a produção de células vermelhas do sangue. Como o transporte de oxigênio no sangue está ligado às hemoglobinas, este hormônio causa um aumento na capacidade de transporte de oxigênio pelo sangue. Mais oxigênio no sangue significa mais oxigênio alcançando os músculos para a produção de energia aeróbica, o que resulta em um desempenho melhor do atleta, principalmente em esportes que exigem mais da resistência.

+ Escolha seu próximo desafio na corrida!

Comentários

Tags:, , , , , ,
Carolina Abrantes
Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade