Vivendo o sonho: meu primeiro triathlon aconteceu durante a pandemia

Vivendo o sonho: meu primeiro triathlon aconteceu durante a pandemia
Minha primeira prova de triathlon/ Foto: arquivo pessoal

Meu sonho do triathlon já vem de alguns anos…

Desde pequena sou praticante de esportes, já nadei, fiz ballet, joguei vôlei, ginástica olímpica e diversos outros. Como tinha muita energia, minha mãe aproveitava e me colocava pra gastá-las, mas foi aos 18 anos, buscando perder peso, que conheci a corrida.

Meio desengonçada e com pouco treino, a minha primeira prova foi uma de 10k, já acompanhada de uma assessoria. Como sou jornalista esportiva, tive a oportunidade de fazer a cobertura de muitos eventos, diversos deles ainda quero participar, mas foi acompanhando uma edição do Ironman, em Florianópolis que meus olhos brilharam e não foi só pelas bikes – que dão um show a parte – mas todo aquele esforço, a incrível variedade de modalidades e a energia que a prova me trouxe. Sonhei em um dia poder participar daquele evento, mas antes decidi sonhar menor e coloquei a meta: quero fazer um triathlon. Naquela época não sabia nada sobre distâncias ou variações de equipamentos, mas o sonho surgiu.

+ Faça sua inscrição para sua próxima corrida aqui!
+ Participe de um desafio virtual.

Ao longo do tempo fui estudando mais sobre a modalidade, conhecendo atletas e é claro, escrevendo muito sobre o tema, já que sempre digo que meu conteúdo é pautado pelos caminhos que minha vida toma.

Morando em São Paulo a logística não era fácil. Precisava pegar vários ônibus para os treinos, a natação encaixava quando dava e o ciclismo não existia. Já cansada dessa rotina e querendo voltar para o litoral, já que sou nascida e criada em Santos, a pandemia trouxe essa oportunidade e alguns meses depois do início do home office instaurado por grande parte das empresas, me “reinstalei” na praia.

Resumindo esse período, entrei para uma assessoria de triathlon, comecei a guardar todo o dinheiro possível pra comprar minha bike speed e quase um ano depois, no início de 2021, esse sonho se realizou. O mundo do tri é realmente incrível e entre os milhares treinos semanais – afinal triatleta nunca fica entediado – chegou a tão esperada hora de participar de um evento oficial.

Depois de mais de um ano sem provas, o Troféu Brasil de Triathlon deu o start nos eventos testes esportivos da Baixada Santista e eu consegui uma vaga para esse dia. No último domingo larguei para o meu primeiro short triathlon que tem como distância os 750 metros de natação, 20 km de ciclismo e 5 km de corrida.

Vivendo o sonho: meu primeiro triathlon aconteceu durante a pandemia
A cara de dor faz parte da prova/ Foto: aquivo pessoal

Ao me posicionar pra largada da natação comecei a chorar, o óculos ficou cheio de água e foi difícil segurar a emoção, afinal há mais de 10 anos eu sonhava com aquele momento. Confesso que a prova foi muito difícil, mas a sensação de terminá-la foi muito melhor do que imaginei.

Ao longo do percurso, consegui pensar em tantos amigos que me apoiaram, os atletas que admiro e tive a honra de conhecer e até receber uma mensagem de “boa sorte” deles, isso quando não estava sofrendo de cansaço, é claro.

O evento respeitou as medidas de distanciamento, cobrou dos atletas a apresentação do comprovante de vacinação ou teste de PCR, além do uso de máscaras e também a alegria do retorno, que era possível enxergar em todos que ali estavam.

+ Siga o Webrun no Instagram!

Me faltam palavras pra escrever aqui tudo que esse momento significou pra mim, mas posso dizer com certeza que esse foi o primeiro de muitos que virão. No fim, consegui um segundo lugar na minha faixa etária e terminei na 19ª colocação entre 51 mulheres concluintes.

A mensagem que eu quero deixar é que se você que tem um sonho se prepare para a possibilidade dele acontecer. Pois quando o momento chegar você estará pronto. Foi o que fiz com o momento de retornar a minha cidade, enquanto buscava comprar a minha bike e no último fim de semana da prova. Eu me preparei pra tudo isso acontecer e consegui, eu venci!

Vivendo o sonho: meu primeiro triathlon aconteceu durante a pandemia
E ainda rolou pódio na faixa etária! / Foto: arquivo pessoal

Leia também:

– Fortaleça a lombar e melhore a sua performance
– Alimentação pré e pós treino: o que consumir?

– Exercícios para manter o core fortalecido
– 6 dicas para começar adotar hábitos saudáveis 
– Má postura no exercício ou no dia a dia? Dor no ombro ao correr? Confira as dicas do ortopedista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1kdecada

1kdecada

Chris é santista, triatleta, corredora e faladeira - não necessariamente nessa ordem: "Se pudesse faria todos os esportes ao mesmo tempo, enquanto isso não é possível vou fazendo um de cada vez". Passou por veículos como Webrun, Sua Corrida e WRun, além de participar e cobrir de diversos eventos do mundo running.

Ver todos os posts