Minha FC não melhora com o treino. É normal?

Nome: Valéria Campos
Idade: 40 anos
Dúvida: Oi. Pratico corrida acompanhada por um profissional de educação física há um ano e consigo acompanhar todas as etapas da minha planilha. Atualmente corro três vezes por semana chegando a correr 10Km no meu longo.

Ocorre que minha freqüência cardíaca, que sempre foi alta durante a prática de esportes ao longo da minha vida, não apresentou a queda que eu esperava com a corrida. Ela vai de 160 batimentos por minuto num trote leve a 184 na corrida mais forçada. Já fui ao médico várias vezes, utilizei o holter, fiz eco e nada foi acusado. Tenho um pouco de receio de que esta prática, que me dá tanto prazer no momento, venha comprometer a minha saúde no futuro. O que vocês poderiam sugerir que eu fizesse?

Resposta: Aparentemente não é para se preocupar, não havendo algum problema cardiológico, ou médico, ou o uso de alguma substância energética estimulante, sugiro rever os níveis da freqüência (FC) cardíaca de treinamento. O normal é treinar com FC alvo entre a sub-máxima e pouco acima. Sem dúvida prefiro que converse com seu personal.

OBS.: escolha um profissional especialista em cardiologia (que trabalhe com exercício/esporte), além de especialista em medicina do esporte.

Resposta concedida pelo Dr. Nabil Ghorayeb. Especialista em Cardiologia e em Medicina do Esporte. É chefe da seção médica de cardiologia do exercício e esporte do Instituto Dante Pazzanese e coordenador clínico do Sport Check-up do Hospital do Coração.

Este texto foi escrito por: Redação Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts