Mitos e verdades sobre a meia de compressão: tudo que você precisa saber antes de usar

Já ouviu falar sobre as meias de compressão? É cada vez mais comum ver corredores de rua utilizando meias até os joelhos. Mas, qual a função do acessório? A resposta é simples: compressão graduada.  A maioria das pessoas associa as meias à condições médicas, como varizes e tornozelos inchados; no entanto, elas também são benéficas para os atletas, de forma preventiva. Quer saber como? Tiramos algumas dúvidas com o Dr. Gustavo Solano, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e parceiro da Sigvaris Group para desvendar os mitos e verdades sobre o acessório de corrida e se você deve ou não adotá-los nos seus próximos treinos.

Mitos e verdades sobre a meia de compressão: tudo que você precisa saber antes de usar
Atletas profissionais ou amadores podem fazer o uso do acessório./ Foto: Divulgação Sigvaris

1. Qualquer tipo de meia de compressão pode ser utilizada durante a corrida.
Mito. A meia deve ter uma compressão graduada de fábrica. A pressão varia e deve ser maior no tornozelo e menor a medida que sobe na perna, favorecendo o retorno do sangue venoso.

2. A meia de compressão é indicada apenas para treinos de longas distâncias.
Mito. Favorecendo a circulação venosa, deve ser utilizada em todos os tipos de treinos. A noção de distância também é diferente entre os praticantes de corrida.

3. A meia de compressão promove uma recuperação mais rápida porque evita que o músculo vibre demais durante a corrida. 
Verdade. Diminuindo a vibração muscular, a compressão otimiza o movimento e diminui a formação de ácido lático, evitando as temidas câimbras e agilizando a recuperação da musculatura.

+ Seu calendário completo de corridas está aqui!

4. A meia de compressão oferece os mesmos efeitos tanto para homens quanto para mulheres. 
Verdade. Usando o tamanho e compressão adequada, homens e mulheres se beneficiarão da compressão graduada no exercício.

5. Lavar as meias de compressão com muita frequência faz com que elas percam sua eficiência.
Mito. A frequência de lavagem influencia na vida útil das meias ou canelitos sim, porém durante o tempo indicado de uso a meia não perde suas propriedades.

6. As meias de compressão podem ajudar a prevenir lesões.
Verdade. Melhorando o retorno venoso, diminuindo a formação de ácido lático na musculatura, diminuindo a vibração muscular e auxíliando na recuperação após o exercício as meias favorecem o movimento e ajudam a prevenir lesões.

7. Apenas corredores profissionais devem usar meias de alta compressão.
Mito. Atletas de final de semana, amadores e profissionais podem e devem usar meias de compressão em suas atividades.

8. O canelito e a meia de compressão possuem a mesma função.
Verdade. Cada atleta deve usar o acessório que considera mais confortável. A meia ainda não possui compressão nos pés. Como no canelito, a compressão começa no tornozelo.

9. A meias de compressão devem ser trocadas a cada seis meses.
Mito. A troca a cada 6 meses está indicada para atletas que fazem uso quase que diário de suas meias. Se você as utiliza 2 a 3 vezes por semana, suas meias durarão mais tempo.

10. O nível de compressão não importa na hora de escolher a meia para corrida.
Mito. Para a corrida e exercícios de alta intensidade, eu indico as meias de compressão com 20-30 mmHg (UP25). Para exercícios de mais leve intensidade, em academia por exemplo e apenas para a recuperação muscular pode ser utilizada a compressão de 15-20 mmHg (UP17).

11. Usar meias de compressão por muito tempo seguido pode fazer mal.
Verdade. As meias devem ser usadas durante a prática esportiva e por pouco tempo após o exercício, durante a recuperação muscular. Se você foi diagnosticado com alguma condição venosa que precisa de prevenção ou tratamento, consulte o seu médico para saber se essa é a meia ideal para você e por quanto tempo deve utilizá-la durante o dia. Nunca durma com as meias de compressão. Elas comprimem a circulação arterial quando você está deitado por conta da pressão que faz nos músculos.

Ficou com alguma dúvida? Deixa aí nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts