• Corrida de Montanha - O que separa você de uma ultramaratona? Da vida normal aos quilômetros alcançados

O que separa você de uma ultramaratona? Da vida normal aos quilômetros alcançados

Você já se perguntou o que separa você (uma pessoa comum, sem grandes dotes atléticos, com uma rotina de trabalho puxado, família, compromissos sociais etc) de uma ultramaratona?

Pois é, eu sempre me perguntei isso. Na verdade, como uma pessoa consegue correr (ou permanecer em movimento) tantas horas seguidas?

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Lembro como se fosse hoje, a primeira experiência que tive na corrida. Meu irmão, 7 anos mais velho do que eu, disse que ia se exercitar em um parque próximo a nossa casa.

Eu tinha por volta de 12 ou 13 anos, lembro que corremos cerca de 40-50min e pouco mais de 7k. Eu não queria passar vergonha na frente dele, então forcei até o limite máximo. Concluímos a corrida e voltamos para casa, no outro dia, estava com febre e dor em todo corpo. Completamente exausto.

Depois disso, a corrida só voltou a aparecer na minha vida com 23 anos, quando trabalhava em uma academia e faltou um aluno para completar a equipe em um revezamento. A prova tinha 5k e na minha mente só vinha a lembrança da adolescência e, a única frase que pensava era: “corrida não é para você”. O engraçado é que gostei do ambiente, das pessoas, do clima… E, completei a prova. Era o início de uma mudança de vida.

Comecei a treinar e as primeiras vezes foram muito sofridas, até que vi um vídeo de uma prova de montanha, na minha mente era impossível correr tantas horas, atingir o topo ou ter a coragem de me inscrever em algo desse tipo.

O tempo passou, mais exatamente 8 anos e a prova que vi no vídeo e que me motivou a ousar sonhar com a montanha, eu já completei 3 vezes.

Mas, o que quero dizer com esta história?

Olhando minha (breve) história na corrida, consigo ver que a dificuldade que tive de correr na adolescência é a mesma que tive para correr 100k.

A dificuldade que um iniciante tem ao correr, é a mesma dificuldade que um atleta experiente tem de bater um recorde.

Parece brincadeira, parece um delírio, porém, conversando com amigos muito mais experientes do que eu todos são unânimes em dizer: o segredo está em ‘destravar’ a mente.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Digo isso, pois no início eu sempre pensava ‘é impossível’, ‘não é para você’, ‘desista’, ‘pare, entre muitos outros.

Lembre do primeiro dia que você saiu para correr, como a respiração não vinha, as pernas pesavam e a vontade de parar era absurda. O tempo passou, você foi ‘elevando a régua’ da preparação física. Hoje a corrida certamente não te tem o mesmo desconforto. E, mesmo nos momento ruins, você pensa: ‘já passei por coisa pior, ‘vou continuar’, ‘eu consigo’.

+ As inscrições para a Meia Maratona de Cabo Frio estão abertas. Clique aqui!

Você acaba criando um calo mental para o desconforto e seus treinos vão melhorando com o passar do tempo. Antes correr 5k era difícil, agora que você corre 21k, os 5Km já não preocupam.

Para correr uma ultramaratona o processo é o mesmo, só leva mais tempo e são mais etapas. Você vai calejando o corpo e, principalmente a mente a ficar longas horas em movimento, muitas vezes com dor, em lugares ermos, sozinho.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Indico a você que está lendo este artigo a buscar o nome ‘David Goggins’. Ele é um militar dos EUA que leva muito a sério o ‘desconforto e o calo mental’. Ele é o único ser humano a completar 3x a ‘hell week’ a pior semana de treinos do exército norte americano.

E que saber um dos grandes segredos para ele suportar toda a dor e desconforto destes treinamentos?

Ele corria. Não por gostar, mas justamente por odiar. Mesmo assim completou oito provas de 160k em oito semanas seguidas, entre outros feitos. A partir disso escreveu um livro onde explica dois de seus grandes segredos: visualização e auto sugestão.

Não por acaso, existem diversas evidências científicas que demonstram que estas duas estratégias são extremamente válidas para atletas de todos os esportes.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Por exemplo, uma meta-análise (formato de estudo com maior nível de evidência) envolvendo 32 estudos, demonstrou que houve uma melhora significativa nos atletas que utilizavam a auto sugestão nos seus esportes.

Este grupo de pesquisadores verificou que quanto maior o nível de controle motor necessário para atividade, mais a auto sugestão era benéfica. E, se pensarmos que o trail running é um esporte extremamente complexo, onde você está descendo uma trilha, olhando para o caminho, desviando de um galho, observando se onde vai pisar não vai escorregar, controlando a velocidade, pensando nas próximas sessões da prova etc. Ou seja, muitas coisas para seu corpo executar. Você certamente irá se beneficiar da estratégia.

E para entender um pouco mais, visualização é estar se preparando para uma prova e todos os dias pensar na chegada ou em como vai correr cada sessão do percurso (Bolt e Michael Phelps são mestres nisso).

Auto sugestão é aquela conversa interna. Sua luta interior contra o desconforto, suas frases ou mantras de motivação que mantém você em movimento.

Portanto, as evidências científicas que temos hoje e, os diversos relatos de corredores experientes nos demonstram que o componente mental é fundamental para correr 1k ou uma ultramaratona.

Hoje, acredito que o que separa uma pessoa comum de uma ultramaratona é o calo mental. Esta tolerância ao desconforto vai se construindo etapa por etapa, fazendo os treinos de ‘tiro’ que são difíceis, fazendo o reforço que é ‘chato’, fazendo o longão subindo e descendo o mesmo morro várias vezes até completar a altimetria proposta e por aí vai…

Você tem alguma experiência nesse sentido para compartilhar? Deixe seu comentário.

Alguma dúvida ou sugestão pode mandar para o meu inbox no @cristianofettercoach.

Referências:

Hatzigeorgiadis, A., Zourbanos, N., Galanis, E., & Theodorakis, Y. (2011). Self-talk and sports performance: A meta-analysis. Perspectives on Psychological Science6(4), 348-356.

Comentários

Tags:, , , , , , ,
Cristiano Fetter
Mestre em Ciências do Movimento Humano - UFRGS Sócio Ultra Funcional Place Founder Raiz Trail
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade