O treino e o prazer de correr

Hoje completei quatro semanas de treino com a equipe Run for Life e neste pouco tempo pude ver que tive acertos e erros. O erro basicamente se deve a assiduidade, já que devemos estar presentes nos treinos “obrigatoriamente” às seis horas da manhã quatro vezes por semana e alguns dias eu não consegui.

Mas acho importante frisar que essa assiduidade que falo não é a comum, mas sim aquela em que se busca uma meta. E para obtermos melhores resultados da nossa meta, a corrida, temos que estar presentes em 100% dos treinos.

Entretanto, adaptar a essa rotina não é fácil, mas também posso falar que não é coisa de outro mundo, ao menos para meu ritmo de vida. Eu até acho bastante prazeroso levantar antes do dia amanhecer, correr com ar menos poluído. Mas o interessante é que essa vida de treinos é uma vida que tem muito mais prós do que contras, pelo menos na minha opinião.

Uma dica para conseguir executar todos os treinos é não passar por cima deles, ou seja, ao invés de faltar nas vezes que não puder estar presente junto a equipe, tente fazer o mesmo treino em horário diferenciado. Isso é o que faço. Claro que perder o treino customizado não é legal. Mas acredito que numa fase de adaptação é uma solução para não desanimar.

Na minha fase de adaptação, outra boa novidade está no aumento substancial da prática de alongamentos. Estou fazendo mais alongamentos que antes, mas pelo visto ainda tenho muito chão pela frente para desenferrujar, nada que um dia após o outro não resolva.

Agora o maior acerto mesmo, pasme leitor, está na premissa básica que um corredor deve ter: corrida. Não que tivesse parado de correr e competir, mas nos últimos três anos corri sem foco. E sem foco não se chega a lugar nenhum.

Apesar de gostar de soltar a bucha quando exigido, de preferir um treino de 30 quilômetros a um treino curto, o que me leva a fazer tudo isso, é exatamente o prazer que sinto quanto corro, que apesar de ser indizível, acredito que seja o que qualquer outro também deva sentir independente do objetivo.

Este texto foi escrito por: Harry Thomas Jr.

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts