Organizadores de corrida de rua realizam evento teste em São Paulo, neste domingo, para verificação de protocolos

Organizadores de corrida de rua realizam evento teste em São Paulo neste domingo para verificação de protocolos

Cerca de duzentos corredores sentirão o gosto de participar de uma corrida de rua após quase sete meses de hiato devido à pandemia de coronavírus. Seguindo todas as recomendações, a ABRACEO e organizadores de algumas das maiores empresas do mercado paulista se uniram para realizar um evento teste que servirá para verificação dos protocolos sanitários apresentados para os órgãos governamentais e de saúde. Marcada para este domingo, dia 25 de outubro, a prova acontece no Sambódromo do Anhembi com percurso de 5 km e largadas espaçadas a partir das 7h.

Com apoio da SPTuris e da Cidade de São Paulo, o evento teste terá alvará da Federação Paulista de Atletismo que, com a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, tem somado esforços e trabalhado intensamente na elaboração e aprovação das recomendações médicas para realização das competições de corrida de rua.

+ Acompanhe o Webrun pelo Instagram!

Participarão da corrida, atletas convidados pelas entidades organizadoras e que foram selecionados após uma criteriosa análise. Todos os participantes e colaboradores preencheram um questionário e no dia da prova precisarão seguir uma série de regras, além de apresentarem perfeita condição de saúde e não fazerem parte dos grupos de riscos. Após o evento teste, os participantes serão monitorados por 14 dias para que sejam avaliados eventuais riscos de contaminação.

Além disso, uma rigorosa série de protocolos será seguida à risca durante o acesso ao local do evento. Todos os membros da organização, trabalhadores, participantes e staffs terão seus dados cadastrados, passarão por triagem na entrada com verificação de temperatura e não será permitido o acesso aos familiares e amigos no local da prova.

“Acredito que a prova de verificação de protocolos é um passo fundamental, tanto para organizadores, quanto para os atletas experimentarem o que está sendo proposto. Além de ser importante para avaliarmos o que está certo, será uma oportunidade para analisar o que deve ser melhorado. Com certeza será uma prova que definirá os formatos das próximas corridas nesse recomeço”, avalia Paulo Carelli, presidente da ABRACEO e proprietário da Iguana Sports.

Além da Iguana, outras quatro grandes organizadoras de eventos assinam o documento com os protocolos que serviram de base para a homologação da corrida: Norte Marketing Esportivo, Yescom, TF Sports e Beta Sports. “É um passo essencial a realização desta prova, pois poderemos sugerir ou aplicar o que está sendo proposto para seguirmos daqui para frente. É muito importante que as corridas comecem a acontecer com números menores de atletas e a criação de um ambiente seguros para os participantes”, acrescenta Carelli.

+ Clique aqui e escolha sua próxima corrida!

Entrega de kits, arena e largadas:

Assim como a corrida, os momentos que antecedem o evento teste diferirão do padrão que os atletas estão acostumados. A começar pela entrega de kits. Essa será realizada na loja Track&Field do Shopping Pátio Higienópolis, com horários estabelecidos previamente de acordo com o número do CPF. Os atletas ficarão ordenados em filas com sinalização e balizamento garantindo o distanciamento de 1,5 metros, recomendado pela OMS.

O material do kit será previamente higienizado, embalado individualmente e entregue por pessoas devidamente paramentadas com equipamentos de proteção individual (EPI). No kit, o atleta receberá um número de peito, um frasco de álcool em gel, uma máscara e os materiais informativos educacionais. Inclusive, uma das novidades será o verso do número de peito, que deverá conter os dados pessoais, as informações sobre fatores de risco de saúde e um contato de emergência para caso de necessidade.

Organizadores de corrida de rua realizam evento teste em São Paulo neste domingo para verificação de protocolos
Foto: Adobe Stock

Durante o período de permanência na arena, todos os participantes e organizadores deverão usar máscaras nas áreas comuns (espaço da prova, largada e chegada). Os espaços comuns, como guarda-volumes, serão organizados de forma a permitir o distanciamento entre os participantes. Marcas no solo, cones e unifilas serão utilizadas para estimular e garantir esse distanciamento nos locais de maior risco de aglomeração.

Serão disponibilizados recipientes abastecidos com álcool gel 70% para higienização das mãos, instalados nos lugares de maior circulação de pessoas, de fácil visualização e acesso, bem como em número suficiente para atender a demanda e, que atendam também as necessidades dos portadores de deficiência, tais como pessoas com nanismo e cadeirantes. Além disso, pessoas com deficiências terão horários e locais exclusivos para atendimento.

Por fim, as largadas seguirão conforme manda o decreto estadual que estabelece o uso geral e obrigatório de máscaras, sendo que os atletas deverão mantê-las durante todo o percurso. Os pelotões serão definidos de acordo com os tempos estimados para completar a prova e os corredores estarão divididos em raias. Os tiros de partida acontecem a cada trinta segundos com vinte atletas largando por vez.

Organizadores de corrida de rua realizam evento teste em São Paulo neste domingo para verificação de protocolos
Mapa da arena com o percurso da prova que será realizada neste dia 25 de outubro .
ABRACEO

Estruturada no início da pandemia, a Associação Brasileira de Corridas de Rua e Esportes Outdoor – ABRACEO – vem ganhando força ao longo dos últimos meses. Formada por organizadores de eventos esportivos, com o objetivo de fortalecer e profissionalizar o setor no Brasil, a associação tem como objetivo orientar e defender os interesses de seus afiliados junto aos órgãos competentes.

A ABRACEO teve papel fundamental na elaboração dos documentos e agora cumprirá o papel de coordenadora da aplicação destas regras nas provas. “A ABRACEO tem sido fundamental nessa retomada. Através de nossos membros, conseguimos elaborar os documentos e discutir os protocolos com organizadores e médicos do esporte. Além disso, foi através da entidade que estabelecemos contato com prefeituras e órgãos governamentais. Não seria possível fazer isso de forma individual”, finaliza Paulo Carelli, presidente da entidade.

Serviço: Corrida de Verificação de Protocolos

Local: Sambódromo do Anhembi (SP)
Data: 25/10/2020
Horário: 7h
Distância: 5 km
Número de participantes: 200

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts