Por falta de apoio cadeirantes não irão a Oita

Equipe brasileira na largada em Oita no ano passado (foto: Iranílson Silva)
Equipe brasileira na largada em Oita no ano passado (foto: Iranílson Silva)

Por falta de apoio e patrocínio, a equipe brasileira que iria representar o Brasil na Maratona Internacional de Oita, no próximo dia 10 de novembro, teve que cancelar sua participação. A Associação Brasileira de Cadeiras de Rodas – ABRADECAR após insistentes investidas junto a Secretaria Nacional de Esporte e Furnas Centrais Elétricas não conseguiu o apoio solicitado.

A Maratona Internacional de Oita, é a principal competição mundial da modalidade Cadeirantes. A prova será seletiva para a Paraolimpíada de Atenas, em 2004. O órgão brasileiro responsável pelas Paralolimpiadas, o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), também foi procurado pela ABRADECAR para patrocinar a ida dos atletas brasileiros ao Japão mas alegou não ter dinheiro em caixa para a viabilização da viagem dos atletas cadeirantes.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts