Posso ultrapassar a minha Frequência Cardíaca Máxima?

Nome: João Ricardo Oliveira

Idade: 42

Dúvida: A minha dúvida é em relação à Frequência Cardíaca Máxima. Ocorre que quando faço meus treinos, sempre procuro controlar a FCM, ativando o sinal sonoro no frequencímetro, para que avisar quando fico fora da zona alvo. Porém, em algumas situações (nas provas e em trechos com subidas fortes) minha FCM ultrapassa o limite. Para situá-los sou praticante de corrida há 2 anos e corro regularmente 20 km por semana. Pergunto: Nas situações elencadas posso ultrapassar a minha FCM (às vezes chego a 105%) ou não? Em outras palavras, não importando a situação, sempre tenho de respeitar os limites impostos pela minha idade e correr dentro da minha zona alvo, ou em situações excepcionais posso ultrapassar os valores dessa zona alvo?

Resposta: Olá João, a sua pergunta já tem a resposta: “não importando a situação, sempre tenho de respeitar os limites impostos pela minha idade e correr dentro da minha zona alvo, em situações excepcionais posso ultrapassar os valores dessa zona alvo, mas por curto espaço de tempo (questão de segundos).”

Resposta concedida pelo Dr. Nabil Ghorayeb. Especialista em Cardiologia e em Medicina do Esporte. É chefe da seção médica de cardiologia do exercício e esporte do Instituto Dante Pazzanese e coordenador clínico do Sport Check-up do Hospital do Coração.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts