Programa para sobrevivência do setor de eventos será pauta na Câmara

Programa para sobrevivência do setor de eventos será pauta na Câmara
Foto: Adobe Stock

A pandemia de Covid-19 continua impactando negativamente o mercado de eventos. Com a proibição de aglomerações a previsão é de que o setor seja um dos últimos a voltar à sua normalidade, principalmente quando se pensa em grandes corridas de rua sendo realizadas da mesma forma que eram antes do novo coronavírus: com a energia do calor humano. Apesar de alternativas encontradas pelo mercado esportivo, como os desafios virtuais, para quem sobrevive dos eventos a situação continua crítica.

Como uma esperança aos organizadores de continuarem sobrevivendo durante essa crise, tramita na Câmara o projeto de lei 5638/2020, de autoria do deputado Felipe Carreras (PSB-PE), apresentado em dezembro. A proposta pede a criação de um Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE).

O Programa inclui medidas como a concessão de linhas de crédito específicas, com manutenção do capital de giro das empresas e redução e até isenção de impostos a durante o período de 60 meses. A idea principal é investir na preservação de empregos, empresas e do setor como um todo, que inclui não só os eventos esportivos, mas também congressos, eventos culturais, feiras, shows, festas, simpósios e espetáculos em geral.

Acompanhe o Webrun pelo Instagram!

De acordo com o deputado criador do projeto, o segmento econômico segue completamente paralisado há mais de dez meses, desde o início da pandemia no Brasil, em março de 2020. “É impossível estimar o prejuízo sofrido pelo setor. Falência, desemprego e queima de capital de giro são alguns dos problemas enfrentados. Mas não são só os empreendedores que são impactados, com eles é impactada uma cadeia gigantesca de fornecedores, prestadores de serviços, colaboradores e informais”, afirma Carreras.

Antes do recesso de final de ano, foram recolhidas 393 assinaturas para o projeto ser votado com urgência assim que os trabalhos na Câmara forem retomados no início de fevereiro. A expectativa é que com esse “socorro” os organizadores de eventos consigam um fôlego a mais para a manutenção de suas atividades mesmo com tantos adiamentos e cancelamentos que a pandemia impõe.

Leia mais sobre o o projeto aqui.

+ Participe de uma corrida virtual, escolha sua prova!
+ Escolha seu próximo desafio!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts