• Emagrecimento - Pular corda: a brincadeira que pode queimar muitas calorias

Pular corda: a brincadeira que pode queimar muitas calorias

A busca por uma atividade física que queime muitas calorias e que não tome muito tempo dentro de uma rotina cheia está se tornando cada vez maior. Com isso, treinos rápidos e de alta intensidade, popularmente conhecidos como HIIT, vêm se popularizando cada vez mais pelas academias. Dentro destes treinos intervalados, uma das atividades que está mais presente pode ser pular corda.

+ Confira o seu calendário completo de corridas!

Conhecida por muitos apenas como uma brincadeira infantil, pode ser praticada individualmente ou em grupos, dependendo da situação. O médico do esporte Dr. José Kawazoe Lazzoli explica que a atividade é uma saída muito efetiva na queima de calorias. “Em média, podemos considerar aproximadamente 440 quilocalorias por hora de atividade. Para comparação, 330 kcal/h para caminhada; 620 kcal/h para corrida; 510 kcal/h para nado crawl”, explica.

Apesar da grande quantidade de calorias eliminadas por hora, o médico explica que a atividade pode variar de pessoa para pessoa. Além da queima calórica envolver fatores como a intensidade em que é realizado o exercício, o biotipo e a fisiologia da pessoa envolvida, a técnica envolvida também influencia, ou seja, algumas pessoas o fazem de forma mais eficiente (do ponto de vista mecânico) do que outras.

Pular corda: a brincadeira que pode queimar muitas calorias - Foto: Adobe Stock

Foto: Adobe Stock

Pular corda também tem seus riscos

A prática excessiva para a perda de peso e também como atividade complementar aos treinos, pode implicar em riscos para as articulações, o que pode causar dores, e posteriormente, lesões mais graves.

Para minimizar as lesões, o recomendado, segundo José, é procurar aprimorar a técnica para tentar minimizar o impacto. “As dores são causadas pelo impacto causado no salto. Quem sabe pular corda bem, o faz de uma forma mais econômica, guardando energia e, sobretudo, reduzindo impacto”, explica.

+ Garanta a inscrição para a Athenas 21K RJ 2019!

“Quem está com excesso de peso, vai colocar ainda mais impacto sobre as articulações. E vale lembrar que, quando você salta, coloca aproximadamente 3 vezes o seu peso sobre as articulações dos pés, tornozelos, joelhos, quadril e coluna lombar”, completa o especialista.

*Fonte: Dr. José Kawazoe Lazzoli, médico do esporte e diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).

Comentários

Tags:, , , , , , ,
Leonardo Boscolo
Sou um apaixonado por esportes e aspirante a corredor. Um jornalista que vê na corrida um mundo de objetivos a serem alcançados, realizações pessoais e a oportunidade de se tornar cada dia uma pessoa melhor.
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade