• Recorde - As 5 últimas quebras de recordes em maratonas masculinas e femininas

As 5 últimas quebras de recordes em maratonas masculinas e femininas

Conheça os corredores que fizeram história nos 42k

Melhorar cada vez mais o seu desempenho e técnica são aspectos que os corredores sempre têm em mente. Hoje, temos exemplos de corredores que deixaram um legado importante na história das grandes maratonas. Quem serão os próximos recordistas dos 42k e quando veremos isso acontecer? Essas são perguntas que ainda não temos respostas.

Para te inspirar a ir sempre além e quebrar as suas próprias metas, fizemos uma lista com o resumo das últimas cinco quebras de recordes de Maratonas, tanto masculinas quanto femininas. Confira abaixo:

+ Em qual tempo você consegue fazer a SP City Marathon 2019?

Os grandes homens recordistas

Na categoria masculina, o sonho dos corredores atuais é fazer os 42 quilômetros e 195 metros em menos de 2 horas. Em 2017, a Nike selecionou e treinou três atletas para fazer uma tentativa oficial de bater a marca. Porém, Eliud Kipchoge, Zersenay Tadese e Lelisa Desisa não conseguiram o sub-2h; por 26 segundos, Kipchoge foi o mais próximo a chegar.

Algum dia será que um ser humano vai conseguir realizar esta distância em menos de 2 horas? Não sabemos, mas o que temos certeza é de que excelentes atletas fizeram, e ainda estão fazendo, história nas Grandes Maratonas. Conheça as cinco últimas quebras de recordes masculinas.  

5) Haile Gebrselassie – 2008

Foto: Agência/EFE

Foto: Agência/EFE

O etíope Haile Gebrselassie começou sua carreira de corredor dentro das pistas de atletismo. Em 2004, resolveu se dedicar às corridas de rua, inclusive maratonas. Três anos depois dessa mudança de foco, na Maratona de Berlim de 2007, o atleta tirou o recorde mundial de Paul Tergat. Foi com o tempo de 2h4min26seg que o corredor bateu a marca de 2003 e se tornou, pela primeira vez, recordista mundial desta distância.

A Maratona de Berlim foi criada em 1974 e, desde então, acontece anualmente. Em 2008, a prova se realizou no dia 28 de setembro e o atual recordista mundial estava prestes a fazer mais história. Com um clima agradável e apoio de torcedores fiéis, Gebrselassie se tornou o primeiro homem a correr uma maratona em menos de 2h4min. Aos 35, portanto, bateu seu próprio recorde e fez os 42km na capital alemã em 2h3min59seg.

4) Patrick Makau – 2011

Foto: Reuters

Foto: Reuters

2009 foi o ano em que Patrick Makau começou a se desafiar nas maratonas. O atleta já era um grande corredor de meias maratonas, mas conseguiu ter ainda mais destaque nos 42k. O queniano venceu a Maratona de Berlim de 2010, marcando 2h5min8seg. Mas seu principal resultado ocorreu no ano seguinte.

Competindo com o então recordista Gebrselassie – que precisou abandonar a disputa no meio do percurso, Makau dominou a prova em solo alemão em 2011. Não satisfeito em se tornar bicampeão desta Grande Maratona, o queniano ainda bateu o recorde mundial do etíope e terminou o trajeto em 2h3min38seg. Foi assim que, aos 26 anos, se tornou recordista mundial.

3) Wilson Kipsang – 2013

Foto: Reuters

Wilson Kipsang na direita e invasor da prova ao lado. Foto: Reuters

A capital da Alemanha não cansa de ser palco de maravilhosas performances de atletas. Foi na Maratona de Berlim de 2013 que o recorde mundial foi batido mais uma vez. O queniano Wilson Kipsang diminuiu 15 segundos o tempo do seu compatriota Makau. O corredor se profissionalizou em 2007 e começou a correr maratonas em 2010.

Quando está próximo de cruzar a linha de chegada, aos 2h3min23seg de prova, um invasor entrou na frente de Kipsang e atravessou a linha primeiro. Isso, porém, não o fez menos feliz por bater o recorde mundial da distância.

2) Dennis Kimetto – 2014

Foto: Boris Streubel

Foto: Boris Streubel

A marca de Kipsang não perdurou por tanto tempo quanto os últimos recordes. No ano seguinte, também na Maratona de Berlim, foi a vez do queniano Dennis Kimetto fazer história. Em 2014, o atleta foi o primeiro a correr uma maratona oficial de 42k em menos de duas horas e três minutos. Sua marca foi de 2h2min57seg.

Aos 30 anos, Kimetto foi confiante para a prova e estava focado em bater o recorde mundial. O já recordista dos 25k correu com ótimo atletas, como Emmanuel Mutai e Geoffrey Kamworor, e conseguiu vencer neste ano.

1)  Eliud Kipchoge – 2018

Foto: EveningStandard - Bongarts/Getty Images

Foto: EveningStandard – Bongarts/Getty Images

Por último, mas longe de ser o menos importante, está Eliud Kipchoge. O atleta cruzou a linha de chegada da Maratona de Berlim 2018 aos 2h01min39seg. Este tempo tornou o corredor o atual recordista mundial dos 42k. Kipchoge foi o mais rápido atleta na prova realizada pela Nike, em 2017. Naquela prova, o queniano fez a marca de 2h00min25seg. Porém, a prova não foi considerada elegível para recordes mundiais.

Em Berlim, Kipchoge fez um minuto e 18 segundos a menos que o compatriota Kimetto.

raanking

Mulheres que fazem história

Assim como o sub-2h para os homens, por muito tempo as mulheres almejaram bater a marca de menos de 2h20min. Ainda não são tantas que conseguem fazer menos que esse tempo, mas algumas já conseguiram e deixaram seu legado.

Entre elas está a conhecida Paula Radcliffe. Vale lembrar que, na matéria, selecionamos quebras de recordes de maratonas femininas. Saiba quem são as últimas cinco recordistas desta prova no mundo. Esperamos por 15 anos para a última quebra, quanto tempo será que vamos aguardar para a próxima?

5) Tegla Loroupe – 1999

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Começamos essa lista com uma quebra de recorde histórica. Depois de 13 anos, a marca da norueguesa Ingrid Kristiansen de 2h21min05seg, na Maratona de Londres, foi superada por Tegla Loroupe, em 1998. A queniana abaixou o novo recorde mundial para 2h20min47seg na Maratona de Rotterdam!

Ela não parou por aí. Corredora e recordista de pistas e rua, a atleta repetiu o feito de ultrapassar, mais uma vez, o recorde de maratonas. Em 1999, bateu seu próprio tempo na Maratona de Berlim. Diminuiu quatro segundos e fez 2h20min43seg.

4) Naoko Takahashi – 2001

Foto: German Road Races / Camera4

Foto: German Road Races / Camera4

A primeira mulher que conseguiu bater a almejada marca de sub 2h20min em uma maratona foi Naoko Takahashi. Uma das atletas mais reconhecidas no Japão, a corredora fez história ao correr a Maratona de Berlim de 2001 em 2h19min46seg, se tornando, assim, recordista mundial e superando Tegla.

Em 2000, aos 28 anos, começou a se tornar uma celebridade no seu país. Nos Jogos Olímpicos de Sydney, foi a primeira japonesa a levar a medalha de ouro na prova de atletismo.

3) Catherine Ndereba – 2001

Foto: Facebook Divulgação

Foto: Facebook Divulgação

O Quênia não tardou muito para ter outra atleta batendo recorde mundial. No mesmo ano de Naoko, Catherine Ndereba correu na Maratona de Chicago, alguns dias depois, e superou a marca da japonesa. A queniana, conhecida também como Queen Catherine, fez os 42.195 metros em 2h18min47seg – um dos melhores tempos da história.

Em 1995, começou a se destacar no cenário da corrida internacional. Além de ser recordista mundial da distância, foi a primeira mulher a ter quatro vitórias na Maratona de Boston (campeã em 2001, 2002, 2004 e 2005).

2) Paula Radcliffe – 2002

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Quem não podia faltar nesta lista é a corredora Paula Radcliffe. A britânica fez sua estreia em maratonas em 2002, ano em que bateu o recorde. Venceu a competição de Londres com o melhor resultado do ano, com 2h18min56seg, e o melhor de todos os tempos para uma estreante; apenas 9 segundos atrás da recordista na época.

Em seguida, na Maratona de Chicago, derrotou a marca de Catherine com 2h17min18seg (3min15seg/km), passando a ser a melhor de todos os tempos. No ano seguinte, em Londres, Paula assombrou o mundo com 2h15min25seg, mais uma vez obtendo o recorde mundial de maratona. Desde então, nenhuma mulher bateu o tempo de Paula! A britânica é inspiração de muitas corredoras e atletas.

1) Mary Keitany – 2017

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Depois de 15 anos, a Maratona de Londres recebeu mais uma recordista. A IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) considerou que a queniana Mary Keitany bateu o recorde mundial de provas apenas para mulheres – a largada foi dada em tempo diferentes de homens e mulheres, o que não aconteceu com Paula.

Mary tem o segundo melhor tempo da história das maratonas, correu em 2h17min01seg em Londres, 2017.

ranking
+ Confira provas para bater seu próprio recorde!

Comentários

Tags:, , , , , , , , , , ,
Marina Bianchi
Formada em jornalismo, sempre fui muito ligada ao esporte e agora resolvi me aventurar ainda mais nisso! Acho esse mundo mágico e espero passar um pouco desse sentimento para outras pessoas também!
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade