Running Show: Dr. Osmar de Oliveira fala sobre a maratona

Direto da Running Show – O médico e jornalista esportivo, Dr. Osmar de Oliveira, também esteve presente na Running Show na quinta-feira (24). Ele participou de um bate-papo com os visitantes sobre o tema maratona. A modalidade que é vista como o ápice para qualquer corredor, existe há mais de dois mil anos.

Porém, a busca por performance e recordes, que existe atualmente, é algo recente. Foi a partir dos anos 50 anos que médicos e treinadores começaram a olhar alguns fatores da história. De acordo com o Dr. Osmar de Oliveira, o corredor Emil Zátopek foi um dos responsáveis por essa nova era de treinamento.

Nos Jogos Olímpicos de 1952, o atleta checo venceu os 10 mil metros rasos, depois de quatro dias faturou o ouro dos cinco mil e após mais três dias bateu o recorde da maratona. Algo inédito para a competição.

Depois da grande conquista, muitas pessoas se interessaram pelo treinamento do atleta. Zátopek, que também venceu a São Silvestre de 1953, revelou que treinava com uma bota de exército cheia de água. Algo que parecia sem muita importância, revelou para o mundo a importância dos treinos de sobrecarga. Além disso, foi Zátopek, que criou o famoso treino fartlek.

Os Estados Unidos, interessado com os treinos de Zátopek, criou a partir de então treinos com metodologia. Sempre na busca do melhor resultado, logo depois, médicos também viram que algumas substâncias poderiam aumentar ainda mais o desempenho de atletas. Foi então que surgiu o doping.

Hoje em dia o que motiva a busca por recordes é o dinheiro. Diferente do início do século, ou até mesmo na época de Zátopek, que homens corriam por puro prazer. Mas não é qualquer pessoa que pode conquistar tal feito.

Nos últimos anos o nome da maratona é Haile Gebrselassie. O etíope é o atual dono da marca 2h03min59 para a maratona. Mas alguns fatores ajudaram Haile conquistar essa marca, alguns deles que não existiam nos anos 50, como: genética, treinamento adequado, percurso ideal para quebrar o recorde, alimentação, equipamento, além da experiência.

Este texto foi escrito por: Donata Lustosa

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts