Sandra Soldan é um dos destaques do Internacional de Santos

Sandra já não compete mais com a pressão por resultados (foto: Fernanda Paradizo/ www.webrun.com.br)
Sandra já não compete mais com a pressão por resultados (foto: Fernanda Paradizo/ www.webrun.com.br)

Sandra Soldan, primeira brasileira a vencer o Triathlon Internacional de Santos e quebrar uma hegemonia estrangeira de 11 anos, mais uma vez será um dos destaques da prova que acontece no dia oito de fevereiro. Sandra, que já defendeu o Brasil em duas Olimpíadas, prefere não criar expectativas sobre resultado, mas garante que vai competir forte.

Atualmente ela divide seu tempo entre os treinos para o triathlon e o trabalho como médica do Comitê Antidoping da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. “É uma função muito importante dentro do esporte, sobretudo de alto-rendimento e estou evoluindo bem”, relata Sandra, que se formou em Medicina em 1997, mas devido às competições, só começou a atuar 10 anos depois.

Após a disputa dos Jogos Pan-americanos de 2007 no Rio de Janeiro, ela freou um pouco o ritmo de competições e agora entra nos eventos sem a pressão por vitórias. “Este ano fui para o Meio Ironman de Pucon, estava muito bem, mas fiquei desidratada”, lembra a triathleta. “Em Santos vou competir tranquila. Tenho grandes recordações da prova. Comecei a competir no Internacional em 1998, ainda como amadora e fui a primeira brasileira a vencer”, destaca.

Aos 35 anos de idade, ela tem no currículo da prova a vitória em 2003, ocasião em que derrotou a canadense Carol Montgomery, tricampeã do evento, o vice em 2001 e o terceiro lugar no ano seguinte, sendo a melhor brasileira. Em 2006 voltou ao pódio ao conquistar o terceiro lugar e na edição passada finalizou na quinta colocação.

Ela já defendeu o Brasil em duas olimpíadas, sendo o melhor resultado na edição de 2000, ocasião em que obteve o 11º lugar, melhor resultado sul-americano. Ela é treinada por seu marido Carlos Eugênio Ferraro, o Neném, que também orientará um grupo de amadores no evento.

Sandra terá pela frente adversárias fortes, como Carla Moreno, tricampeã da prova em 2005, 2006 e no ano passado, quando também comemorou o hexacampeonato do Troféu Brasil. A australiana Michellie Jones e a canadense Carol Montgomery, respectivamente penta e tricampeã da prova, também devem fazer frente à brasileira. As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas no site oficial, o www.internacionaldesantos.com.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts