Será que a alimentação da Gisele Bündchen também pode servir para você?

Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

Não é novidade que uma alimentação balanceada, combinada a uma boa dose de exercícios, pode trazer diversos benefícios de dentro para fora. Porém, na ânsia de ter uma vida mais saudável, muita gente acaba fazendo dietas malucas sem se preocupar com o próprio bem estar.

Cada famoso tem sua receita para a saúde e elas costumam servir de inspiração, para quem busca melhorar a qualidade de vida. A modelo Gisele Bündchen é uma dessas celebridades que segue a risca uma série de restrições. Nós conversamos com a nutricionista Amanda Maffei, da Estima Nutrição, para saber se isso pode ser prejudicial à saúde de quem resolver adotar os mesmos hábitos da top.

O ponto chave do cardápio de Gisele são os alimentos frescos e orgânicos, muito mais benéficos ao organismo do que os industrializados e processados, que causam inchaço e inflamações. A alimentação da modelo tem como proporção: 80% de grãos, legumes e cereais orgânicos e 20% de carnes magras, como bife orgânico, pato e frango, além do salmão selvagem.

Na lista dos alimentos proibidos estão o açúcar branco, farinha branca, cafeína, azeite, sal, fungos e laticínios. Assim como os refrigerantes, que passam longe, as bebidas responsáveis por manter a hidratação, além de muita água, é claro, são a água de coco natural e o suco de frutas frescas.

Foto: Fotolia
Foto: Fotolia

De acordo com a nutricionista, apesar de excluir alguns grupos de alimento, nesse caso, o cardápio não prejudica o organismo. “Pode parecer uma dieta bem restrita, mas na verdade, não tem nada que seja uma loucura ou que vá causar danos à saúde, pois ela consume vegetais, legumes, proteína, tudo o que a pessoa mais precisa. A única ressalva que eu faria é quanto ao sal, um alimento que a modelo não consome; no entanto, é importante também ingerir pequenas quantidades de sódio. Já sobre o açúcar, apesar da pessoa fica mal humorada sem ele, ela pode encontrar essa energia no carboidrato, como o dos cereais, por exemplo.”, explica.

Então qualquer pessoa pode adotar o cardápio de Gisele? “Pode ser que quem não está acostumada com algumas restrições e comece a seguir esse cardápio do nada sinta dor de cabeça, mau humor, fraqueza, cansaço, é natural. Por isso é preciso fazer uma acompanhamento nutricional para adaptar essa dieta levando em consideração a individualidade bioquímica de cada um, não existe uma ‘fórmula’ que sirva para todos”, afirma Amanda.

Participe da Amazing Run Garopaba!

Foto: Fotolia
Foto: Fotolia

Diferente da maioria das pessoas que tem o hábito de tomar café, pela manhã, Gisele consome suco verde feito de produtos orgânicos de sua horta caseira. A receita dela costuma levar espinafre, couve, aipo, pepino, gengibre, açafrão e uma maçã, para dar uma adoçada. Fora isso, ela pratica diariamente atividades físicas como yoga e pilates.

O cardápio da top permite o consumo médio de 1800 calorias, com lanches durante o dia. Para Amanda, a alimentação de Gisele é mais um estilo de vida do que uma dieta em si. “ O que a torna saudável, não é apenas o que ela come ou deixa de comer e sim o conjunto de sua alimentação com atividades físicas constantes, isso é mais eficiente do que qualquer dieta”, afirma.

Além disso, um dos principais ensinamentos que se pode tirar dos hábitos da modelo é o fato de a família toda seguir o mesmo cardápio, o que torna tudo mais fácil, quem mora com pessoas que têm uma alimentação muito diferente da sua sabe o quão difícil é manter o foco e se deixar levar pela tentação de doces e comidas mais gordurosas.

Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts