Sifan Hassan é a nova recordista mundial dos 10.000m com 29’06”82

Sifan Hassan é a nova recordista mundial dos 10.000m com 29’06”82

A atual campeã mundial dos 1.500 e 10.000 m Sifan Hassan, holandesa de ascendência etíope, obteve no último domingo (06) um feito inacreditável nos Jogos FKB em Hengelo, na mesma pista de onde Haile Gebrselassie estabeleceu seu último recorde mundial de 10.000 m em 1998 e Kenenisa Bekele estabeleceu seu recorde mundial de 5.000 m em 2004. Hassan superou o histórico recorde dos 10.000 m da etíope Almaz Yana de 29’17”45, estabelecido na final olímpica dos Jogos Rio 2016.

Sifan treinada há três anos por Tim RowBerry da Utah Valley University, anteriormente dedicava-se mais às provas de 1.500 a 5.000 m. Tanto que essa foi apenas sua 3ª corrida na distância de 10.000 m. A primeira de cara ganhando o título mundial em Doha (QAT) em 2019 com 30’17’62, a 2ª na mesma pista de Hengelo com 29’36”67 em 2020, e a 3ª agora com recorde mundial.

+ Siga o Webrun no Instagram!

A prova teve ritmo de 2’56”12 e 2’56”07” nos dois primeiros mil metros. Com mais 100 metros Sifan assumiu a ponta, já deixando as coelhas para trás. Mais 2’55”72, passando os 3.000 metros em 8’47”91. 2’55”42 e 2’55’44”, completando os primeiros 5.000 metros em 14’38”75. Ritmo que já projetava o recorde mundial da prova,
porém de forma bem apertada.

Sifan correu mais 4.000 m, todos na casa de 2’55”, seguindo o sistema de iluminação que tem sido utilizado para marcar a linha do recorde. Faltando 1.000 m o cronometro marcava 26’21”05 e Sifan teria que correr perto de 2’54”, porém ela acelerou e o completou em incríveis 2’45”77, concluindo a prova quase 11 segundos mais rápido que o recorde anterior e chegando mais de 1 volta de 400 m a frente da segunda colocada!

Após cruzar a linha de chegada Hassan olhou para o relógio com expressão de grande alegria e ao mesmo tempo descrença.  Recebeu o tão desejado cartaz do recorde, e em seguida foi cercada por dezenas de câmeras. Depois sentou-se na pista e deu gritos repetidos de “Oh meu Deus!”


Em seu Instagram ela disse que foi um dia muito emocionante e que era uma honra quebrar o difícil recorde de uma lenda feminina tão talentosa e inspiradora como Almaz Yana. Agradeceu seu treinador com quem ontem mesmo tive a oportunidade de trocar algumas palavras, agradeceu sua fisioterapeuta e a Global Sports, empresa que a agencia.

Resultado:
1. Sifan Hassan (NED) 29’06’82”
2. Irine Jepchumba (QUE) 30’37”24 (Recorde pessoal)
3. Daisy Cherotich (QUE) 30’37”31 (Recorde pessoal)
4. Rose Davies (AUS) 30’54’89 (Recorde pessoal)
5. Joyce Chepkemoi (QUE) 30’59’01” (Recorde pessoal)

Parciais do recorde de Sifan Hassan: 2’56”12 – 2’56’07- 2’55”72 – 2’55”42 – 2’55”44 – 2’55”69 – 2’55”93 –
2’55”48 – 2’55”20 e 2’45”77.

+ Faça sua inscrição para sua próxima corrida aqui!
+ Participe de um desafio virtual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nelson Evêncio

Nelson Evêncio

Graduado em Educação Física. Pós Graduado em Treinamento Desportivo, Administração e Marketing Esportivo. Treinador Nível II pela IAAF. Presidente a ATC- Associação dos Treinadores de Corrida de 2009 a 2017.

Ver todos os posts