Simon é a nova campeã mundial da maratona

A Maratona feminina foi disputada no último dia do 8° Campeonato Mundial de Atletismo da IAAF. Estavam alinhadas na largada 58 maratonistas, o Brasil não teve representante na prova visto que nenhuma atleta atingiu o índice técnico estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) que era de 2:33min.

A largada aconteceu no dentro do Commonwealth Stadium onde deram a volta olímpica antes de ganhar as ruas de Edmonton.

A romena Constantina Dita e a japonesa Reiko Tosa lideravam o pelotão na largada.

Dita liderava com quase um minuto de vantagem a prova no 5 Km e passou a marca dos 10 Km com o cronômetro registrando 34 minutos.

Até a marca da meia maratona revezaram na lideranca a romena Constantina Dita, a japonesa Reiko Tosa e a belga Marleen Renders.

No 30 Km o pelotão Dita tinha 40 segundos de vantagem do pelotão líder.

A partir de então a romena Lidia Simon e as japoneas Tosa e Yoko Shibui alcançaram Constantina Dita que começou a sentir o esforço e assumiram a liderança da prova.

Tosa e Shibui atingiram o 35 Km em 2:02:06 com Simon vindo logo depois.

Lidia Simon e Reiko Tosa apertaram o passo e Shibui foi ficando para trás perdendo a terceira posição para a russa Svetlana Zakharova.

Lidia Simon e Reiko Tosa tiveram um a acirrada disputa até o final entrando juntas no estádio com a russa Zakharova a 50 metros das líderes.

A prova foi decidida no sprint final com Simon, Tosa e Zhakarova nesta ordem cruzando a linha de chegada.

A romena Lidia Simon é a nova Campeã Mundial da Maratona ao concluir o percurso na marca de 2:26:01 – segundo tempo mais rápido da história do Mundial de Atletismo.

A medalha de prata ficou com a japonesa Reiko Tosa com o tempo de 2:26:06.

A russa Svetlana Zhakarova conquistou a medalha de bronze com a marca de 2:26:18.

Lidia Simon, 27, que debutou na maratona a dez anos atrás – aos 18 anos – foi medalha de bronze no 7° Campeonato Mundial de Atletismo em Sevilha 1999 e medalha de prata na Olmpíada de Sydney quando perdeu a medalha de ouro para atleta japonesa, Naoko Takahashi.

“Eu procurei uma revanche de Sydney. Fiquei pensando o tempo todo em Sydney”, revelou a campeã.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts