É possível substituir alimentos por suplementos com as mesmas vitaminas?

Foto: Fotolia
Foto: Fotolia

Quem pratica atividades físicas e investe em qualidade de vida sabe da importância da alimentação e suplementação no dia a dia. Entretanto, é necessário buscar orientação de um especialista para fazer isso da forma correta e de acordo com as necessidades individuais de cada um.

Todo esse cuidado deve ser tomado, pois os suplementos alimentares são substâncias químicas, que em excesso podem causar efeitos diferentes do que se espera.  Em geral, os suplementos são compostos de vitaminas e minerais, alguns possuem só um componente específico, enquanto outros são multivitamínicos.

A variedade de vitaminas encontradas nesses suplementos é grande, mas será que eles são capazes de substituir o consumo de alguns alimentos? Nós conversamos com a nutricionista Amanda Maffei, da Estima Nutrição, para tirar essa dúvida.

Participe do Brasil Ride 2017!

É saudável substituir alimentos por suplementos com as mesmas vitaminas?

“Não, a nutrição deve ser sempre baseada em alimentos e na variedade deles. O suplemento serve para dar um “bônus”, aumentar o nível das vitaminas e minerais, nunca se deve deixar de comer algo achando que fará bem. É claro que uma vez ou outra a gente não consegue comer algum tipo de alimento, nesses casos até é compreensível tomar o suplemento, mas isso não pode ser algo constante, essa proibição definitiva só tende a fazer mal”, explica a nutricionista.

O uso de suplementos pode trazer algum efeito colateral?

“Sim, pode. As pessoas às vezes saem tomando sem saber que o uso de determinados suplementos podem, por exemplo, abrir o apetite, dar mais fome e fazer a pessoa engordar. Às vezes as pessoas acham que está ajudando em uma coisa, mas acaba prejudicando em outra ou que está fazendo bem, só porque serve para suplementar, mas é preciso lembrar que pode fazer mal também, o efeito varia de acordo com a forma que é usado. Para o uso ser o melhor possível, é sempre importante procurar um profissional e fazer o acompanhamento nutricional adequado”, enfatiza Amanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carolina Abrantes

Carolina Abrantes

Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.

Ver todos os posts