Todo o corredor de Chicago é tratado como campeão

No Final o corredor recebe um papel térmico (foto: Donata Lustosa/ WebRun)
No Final o corredor recebe um papel térmico (foto: Donata Lustosa/ WebRun)

EXCLUSIVO, Chicago – Um dia após a Maratona de Chicago e a cidade já está com a rotina normal. A previsão do tempo local disse que no próximo fim de semana poderá nevar. Sorte para os corredores que não tiveram problema com o tempo no dia da prova.

E esses atletas foram bem recebidos pela a população durante a maratona. Ao todo 7.500 voluntários trabalharam no evento. Alguns deles ficaram espalhados pelo percurso distribuindo água, suprimentos e incentivando os atletas. A grande maioria estava na linha de chegada da prova. Diferente do Brasil, onde no final o corredor pega uma sacola com comida e medalha, em Chicago o atleta pega uma coisa de cada vez.

Logo que cruza a linha de chegada os voluntários distribuem um papel térmico para os corredores. Este parece um papel alumínio que aquece o corpo da pessoa. Depois os voluntários penduram a medalha no pescoço de cada corredor e dão parabéns.

Mais a frente há uma grande mesa de bebida com isotônico e água. Logo depois os voluntários retiram o chip dos pés dos atletas. Por fim eles podem se servir de frutas, cookies, biscoitos entre outros.

Desta forma todo o corredor que termina a prova é tratado como se fosse o grande campeão da Maratona de Chicago

Este texto foi escrito por: Donata Lustosa

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts