• Trail Run - Trail Running: precisamos falar de segurança

Trail Running: precisamos falar de segurança

Assunto de vida ou morte

Foto: Fotolia

Você que é corredor de trail, certamente recebeu em algum grupo de whatsapp a notícia dos atletas que ficaram dois dias perdidos no mato em SP. Não estou aqui para falar da organização, muito menos do caso em si. Apenas quero chamar a atenção para algo que vejo que rotineiramente e é negligenciado: equipamentos obrigatórios e segurança no esporte.

Quando uma organização pede um equipamento, não é por  “frescura”, é necessidade. E, sendo sincero, até acho que deveria ter mais equipamentos obrigatórios. Por que tudo está certo, até dar algo errado…

Até mesmo, em treinos alguns equipamentos de segurança são essenciais. “Ah mas são 10, 20 km, não preciso de reservatório de água”,”Apito? Vou levar o de festa de criança”, “Manta térmica? Mas está calor”,”Headlamp? De dia?”,”Celular? Vou levar um que não uso para não molhar”.

Esses pensamentos, todos, eu já tive. Hoje, antes de me inscrever para qualquer prova, leio o regulamento e os equipamentos necessários. Levo tudo e, até mais. Ainda tem o kit de primeiros socorros (mas sobre isso já falei em textos anteriores…)

Ao meu ver, nós, corredores de trail, temos “síndrome de Kilian”, Achamos que com 1L de água e 1 mariola podemos ficar 6 horas correndo por aí. Mas, não esqueçamos, Uber não chega na trilha (fora que tem alguns corredores que nem celular levam, aí é pior ainda).

+ Escolha agora o seu próximo desafio!

Na minha mochila de hidratação, seja em treino ou prova, parto com todos esses equipamentos, além do que eu quero levar extra, como comida, anorak, coca cola, sei lá. Espero nunca precisar utilizar, mas, se necessário, é melhor ter. Não tenho problema nenhum de ser alvo de brincadeira dos amigos ou coisas do tipo: “Mas vai passar quantos dias?”, “Trouxe tua filha ai dentro?”, “Para que carregar tanto peso, virou sherpa?”.

Não me incomodo, mesmo. Até utilizo isso como método de treino para mim e para os atletas que treino (se você buscar textos anteriores explico um pouco mais). O fato é, que quando alguém se machuca, tem uma bolha, precisa saber uma rota ou acaba a comida, todo mundo sabe na mochila de quem pode ter…

Não sou melhor (nem pior) do que ninguém, mas desde sempre não me importo com o peso extra. Eu sei que tira a minha performance, mas acho que minha segurança vale mais do que alguns segundos ou minutos no tempo final.

E, apenas para ilustrar o que falo, volto no exemplo do pessoal que foi resgatado…Em um dos áudios que chegaram, o rapaz fala muito sobre comprar e levar equipamentos melhores, por que ele sentiu na pele a importância que a qualidade dos equipamentos faz uma diferença enorme.

O trail no Brasil está em franca expansão, porém, é de suma necessidade que esse crescimento venha com segurança.

Você já passou algum perrengue onde os materiais foram necessários?

Qualquer dúvida pode me chamar pelo @CristianoFetterCoach

Comentários

Tags:, ,
Cristiano Fetter
Mestre em Ciências do Movimento Humano - UFRGS Sócio Ultra Funcional Place Founder Raiz Trail
Publicidade

Calculadoras Webrun

Publicidade