UCI acata decisão de agência americana e bane Lance do ciclismo

Lance Armstrong está banido para sempre do ciclismo (foto: Divulgação Le Tour)
Lance Armstrong está banido para sempre do ciclismo (foto: Divulgação Le Tour)

A União Ciclística Internacional (UCI) acatou a decisão da Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada, em inglês) e baniu Lance Armstrong do mundo do ciclismo. Essa era a única chance que o ex-ciclista tinha de reconquistar seu prestígio e carreira. Além disso, a UCI também cassou os sete títulos da Volta da França que Lance tinha conquistado entre 1999 e 2005.

Em comunicado em seu site oficial, a UCI afirma que revisou o relatório com mais de mil páginas produzido pela Usada sobre o caso de Lance e decidiu que não apelará à Corte Arbitral do Esporte sobre a decisão tomada pela agência americana. Entre as principais conquistas de Lance ainda lhe resta a medalha de bronze em Sidney-2000, que também está sob análise do Comitê Olímpico Internacional e, assim como os troféus da França, pode ser cassada.

Segundo o relatório da Usada, todo o time do qual o heptacampeão era o principal ciclista usava substâncias ilegais para aumento de performance. A própria UCI comunicou que na época em que os casos aconteceram, não havia infraestrutura adequada para detectar o esquema de doping usado por Lance.

Com esse veredito, o ex-ciclista não tem mais o seu nome gravado nos livros da UCI, além de não ter mais direito aos troféus que ganhou no período de 1999 a 2005. Ainda de acordo com a entidade máxima do ciclismo, nenhum atleta será indicado como campeão da Volta da França nos anos de 1999 a 2005, pois ainda há suspeitas de que outros ciclistas também estavam dopados.

Sem patrocinadores– Na última segunda-feira (22/10), a marca de óculos americana Oakley comunicou que não patrocinaria mais o ex-ciclista Lance Armstrong. De acordo com a empresa, que até então era a única que ainda estava com o ex-atleta, tinha ele “como um símbolo de esperança”. Na última semana, Lance perdeu todos os seus patrocinadores, entre eles a Nike e ainda renunciou de sua posição de presidente da fundação LiveStrong.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts