Ultramaratona de 180 km homenageia dia da Bíblia

Elisete: sem pratrocínio  o amor pelo esporte não a deixa desanimar (foto: Arquivo pessoal/ Elisete Pereira)
Elisete: sem pratrocínio o amor pelo esporte não a deixa desanimar (foto: Arquivo pessoal/ Elisete Pereira)

No próximo fim de semana (nove e 10) acontece a Ultramaratona Dia da Bíblia, prova que reunirá cerca de 15 atletas que vão percorrer 180 km entre o centro de São Paulo e a cidade de Aparecida do Norte. De acordo com o organizador do evento, Carlos Dias, está quase tudo pronto para o evento, que tem um caráter festivo e não competitivo.

“A idéia é integrar os atletas, fechar o ano das ultramaratonas de uma forma diferente. Não é uma prova em que haverá primeiro, segundo e terceiro colocado, todos são campeões”. Segundo ele, a Polícia Rodoviária Federal vai oferecer um suporte para os atletas durante o percurso e vai também colocar algumas de suas bases na Rodovia Presidente Dutra à disposição como ponto de apoio.

“Serão quatro ciclistas da organização, um para cada grupo de atletas, que terão suporte de massagistas no carro de apoio”. A hidratação, fundamental em qualquer prova, não foi esquecida por Carlos, que firmou uma parceria com uma empresa para oferecer água mineral e refrigerante. “Os atletas são obrigados a levar uma caramanhola e a cada cinco quilômetros podem abastecê-la com água no carro de apoio”.

Alimentação – Além da hidratação, a alimentação em uma prova de longa distância é importante. A organização fechou uma parceria com alguns restaurantes da região por onde a prova vai passar e os atletas poderão fazer um pit-stop para repor as energias. “Além dos restaurantes, algumas bases da polícia servirão como posto de alimentação”.

Já sobre o nome da prova, Carlos explica que o intuito é fazer uma homenagem a um dos livros mais antigos do mundo, além de incentivar a leitura. “Usamos como símbolo a Bíblia, que ilustra bem a leitura como forma de aprofundar o senso crítico e aumentar o conhecimento”. Ele disse também que tentou firmar parceria com alguma editora ecumênica, para fornecer exemplares do livro sagrado, mas até o fechamento dessa matéria não havia conseguido.

Um dos destaques dessa ultramaratona é Elisete Pereira, atleta de Curitiba, que mesmo sem contar com um patrocinador participa das competições pelo prazer do esporte. “O bom dessa prova é ser de caráter festivo, pois temos a oportunidade de conversar com os outros atletas”.

A prova terá uma boa parte do percurso durante a noite, mas segundo Elizete isso é um diferencial para ela. “Durante o dia eu guardo energia e a noite, nas provas, eu chego nas adversárias que já estão sem forças”. Ela disse também que sempre leva um bloco de anotações nas competições e comentou que gosta de correr longas distâncias, pois sempre tem boas histórias para contar.

Aos 44 anos de idade, no começo desse ano ela foi uma das primeiras mulheres a participar de uma prova de revezamento nos Andes, com mais de 500 quilômetros. Ela também participou de uma competição de 100 quilômetros na Argentina em agosto e a cada prova que completa já pensa no próximo desafio.

Serviço – A largada da Ultramaratona Dia da Bíblia acontece no dia nove de dezembro às 9h na Catedral da Sé, no centro de São Paulo. Já a chegada será na cidade de Aparecida do Norte no dia 10 e a prefeitura irá organizar uma recepção para os ultramaratonistas.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts