Vanderlei Cordeiro de Lima depois do pódio

Cordeiro: mostra o prêmio e a medalha olímpica (foto: Harry Thomas Jr./WebRun)
Cordeiro: mostra o prêmio e a medalha olímpica (foto: Harry Thomas Jr./WebRun)

Depois de ser capa dos jornais mundias, o maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima desembarcou no Brasil na manhã de quarta-feira. Sem tempo para descansar o medalhista brasileiro foi direto para a sede do seu patrocinador, o Grupo Pão de Açúcar, para receber um “bônus pódio” de R$200 mil. Lá ele concedeu uma entrevista coletiva. Confira.

São Paulo, O maratonista brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima fez história nas olimpíadas. Além de se tornar o primeiro brasileiro a subir no pódio da maratona olímpica, ele foi empurrado por um manifestante durante a prova enquanto liderava a competição.

A cena repercutiu o mundo e o ex-bóia fria de Cruzeiro do Oeste, Paraná, brilhou mais do que o próprio vencedor da maratona. O segredo para tanta determinação e concentração estava na união de condicionamento físico e tática de corrida. Uma combinação que pode parecer simples, mas poucos conseguem.

Nomes do atletismo, como Paul Tergat, não amedrontaram Vanderlei. ”Independente do meu adversário eu faço a minha corrida. Minha tática era de sair do pelotão de elite e isso foi perfeito”, conta o maratonista. O objetivo dele era conquistar uma medalha e mesmo depois de ser empurrado ele continuou com esta meta.

“Eu estava tão concentrado na prova que quando fui empurrado nem passou pela minha cabeça o que poderia acontecer comigo. Eu só pensei em continuar correndo. Os deuses olímpicos estavam comigo e o bronze foi fruto de um trabalho e também por acreditar”, revela Vanderlei.

Indagado se ele não ficou frustrado por não levar o ouro ele conta: “A minha felicidade quando eu ganhei o bronze seria a mesma se eu ganhasse o ouro. Aquela chama (olímpica) nunca vai se apagar.”

A próxima corrida de Cordeiro de Lima será a Maratona de Revezamento do Pão de Açúcar, no dia 26 de setembro. ”Vou estar na disputa de mais uma medalha”, brinca o maratonista.

Este texto foi escrito por: Donata Lustosa

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts