O que você precisa saber sobre a vitamina D e a sua suplementação?

Muito se fala sobre a vitamina D; de acordo com Carolina Aguiar Moreira, médica endocrinologista do Laboratório PRO da Fundação Pró-Renal, ela tem um papel importante para vários tecidos no organismo, principalmente para os ossos. E que uma ação no sistema imunológico também já foi demonstrada. Entretanto, isto não justifica usar altas doses de vitamina D sem orientação médica.

A médica alerta que o excesso da vitamina no corpo pode aumentar o cálcio no sangue e predispor a formação de cálculos renais, podendo também ocasionar uma insuficiência renal aguda. Outros sintomas também são desidratação, fadiga e confusão mental. “Os efeitos colaterais por excesso também pode ocorrer quando doses muito altas são usadas, como tem sido divulgado nas redes sociais”.

+ Desafie-se, escolha uma corrida do segundo semestre e garanta a sua inscrição!

O que você precisa saber sobre a vitamina d e a sua suplementação?
Foto: Pixabay

Quando utilizar a suplementação de vitamina D?

A disponibilidade de vitamina D em alimentos do dia a dia é muito pequena. Sendo assim, é recomendado fazer a suplementação para prevenir os efeitos  da sua deficiência, principalmente nos ossos, e, claro, também no sistema imunológico, principalmente, neste período de maior susceptibilidade a infecções virais. “Na impossibilidade de realizar a dosagem da vitamina D para saber o nível, reposição das necessidades mínimas diárias de 1000-2000 UI ao dia podem ser realizadas com segurança”, afirma a médica da Pró-Renal, que também reforça a importância de sempre consultar um médico sobre a necessidade de suplementação ou sobre o aparecimento de sintomas de alguma possível doença. “Ele é a melhor pessoa para entender sobre as suas necessidades e para avaliar os exames laboratoriais e/ou médicos”.

A fórmula para prevenir doenças ainda é a combinação de alimentação balanceada, prática de exercícios físicos, ingestão de líquidos, de preferência a água, e dormir bem. Reforçamos que a suplementação só deve ser iniciada com prescrição de um médico ou nutricionista. Mas existem outras formas naturais de produzir a vitamina D como o banho de sol, de 15 a 20 minutos por dia, entre 10h até às 15h. E alguns alimentos ricos em vitamina D também são: gema de ovo, sardinha, atum, cogumelo, leite, carnes e frutos do mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redação Webrun

Redação Webrun

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!

Ver todos os posts